Publicado 20 de Julho de 2021 - 11h36

Por Thifany Barbosa/Correio Popular

Ônibus de turismo clandestino tombado após capotar na pista: veículo acumulava 12 multas, 11 delas este ano e sete por excesso de velocidade

Polícia Rodoviária/Rio Claro

Ônibus de turismo clandestino tombado após capotar na pista: veículo acumulava 12 multas, 11 delas este ano e sete por excesso de velocidade

Um ônibus clandestino capotou e deixou três pessoas mortas e 37 feridos na Rodovia Washington Luís, em Rio Claro, na tarde deste domingo (18). O veículo estava indo para o Estado do Ceará quando, por motivos ainda desconhecidos, saiu da pista e caiu de uma altura de 20 metros.

De acordo com a Polícia Rodoviária, um problema mecânico pode ter causado o acidente com o ônibus de turismo. O veículo e os pneus traseiros estavam em péssimo estado de conservação, segundo os policiais rodoviários. Cinco quilômetros antes do local da queda, o ônibus havia parado no acostamento e o motorista descido para realizar algum reparo.

O ônibus partiu de São Paulo com 40 passageiros com destino ao município de Iguatu. O acidente ocorreu no km 184, por volta das 12h30. Segundo as primeiras informações obtidas, o ônibus saiu da rodovia para o canteiro lateral e capotou na ribanceira. Duas mulheres e um homem de 26, 42 e 63 anos, morreram no local.

Em nota a Secretaria da Segurança Pública (SSP) informou que o caso é investigado pela Delegacia Seccional de Rio Claro. E ainda que as diligências seguem a fim de localizar o motorista do coletivo, que estava em situação irregular e fugiu. Os laudos para determinar as causas do acidente estão em andamento.

Após o acidente, a polícia, equipes da concessionária Eixos - que administra a rodovia -, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), Corpo de Bombeiros e a ambulância da Secretaria Municipal de Saúde de Rio Claro, além da Defesa Civil, realizaram e acompanharam o socorro às vítimas.

A Secretaria Municipal do Desenvolvimento Social de Rio Claro fez o acolhimento dos passageiros que não se feriram. Eles foram levados à Casa de Passagem, onde permanecerão até que algum parente venha buscá-los. A informação inicial é a de que a empresa de ônibus também providenciará outro veículo para buscar os passageiros em Rio Claro.

Nove feridos foram levados para o pronto-socorro do Cervezão, dois para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Bairro do Estádio, seis para o município de Ipeúna, seis para o pronto-socorro da Avenida 15, dois para o hospital São Rafael e três para o município de Santa Gertrudes.

O veículo Mercedes-Benz, da empresa Transbrasil, placas JZB-9262, ano/modelo 2000, não tem registro na Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), portanto, é clandestino, e está com a verificação do cronotacógrafo vencida.

Além disso o ônibus ainda acumula 12 multas, 11 delas aplicadas em 2021, sendo sete delas por excesso de velocidade, flagradas graças a equipamentos fixos.

 

 

Escrito por:

Thifany Barbosa/Correio Popular