Publicado 12 de Junho de 2021 - 11h02

Por Edson Silva/Correio Popular

Marynes Silva e os cachorros que acolhe: uso de parte da aposentadoria para manter os animais

Kamá Ribeiro/Correio Popular

Marynes Silva e os cachorros que acolhe: uso de parte da aposentadoria para manter os animais

O volume de drogas ilícitas, tais como maconha, cocaína e crack, apreendidas pela Guarda Municipal em Americana, aumentou em mais de 400% nos cinco primeiros meses deste ano em comparação com o mesmo período de 2020. Os números detalhados em relatório foram divulgados na sexta-feira pela força municipal de segurança pública, que trabalha integrada com as forças estaduais, representadas pelas Polícias Militar e Civil.

Segundo a GCM ou Guarda Armada Municipal de Americana (Gama), de janeiro a maio deste ano foram apreendidos 6,3 quilos de maconha contra 1,1 quilo no mesmo período do ano passado; 511 gramas de cocaína contra 371 em 2020 e 187 gramas de crack contra 0,072 de janeiro a maio de 2020.

Para o comandante da Guarda de Americana, Marco Aurélio da Silva, o crescimento expressivo nas apreensões reflete uma corporação mais atuante. “Tráfico de droga fomenta outros tipos de crimes e vice e versa, por isso é preciso rigor das forças de segurança em combatê-lo”, resumiu.

Ações conjuntas

O comandante da GM de Americana acentua as atuações também realizadas por forças estaduais da cidade, com a Polícia Civil, com empenhos de delegacias especializadas, como de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) e Investigações Gerais (Dig) e com a Polícia Militar de Americana, e de equipes do Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep), com sede em Piracicaba.

Na análise local, a Guarda Municipal ressalta que a corporação segue a sua linha dos meses anteriores, registrando aumento nas ocorrências apresentadas na Central de Policia Judiciária (CPJ) nos primeiros cinco meses deste ano: 147 ocorrências em geral contra 107 no mesmo período de 2020.

Flagrantes

As situações de flagrante somaram 37, com 40 pessoas presas, enquanto que de janeiro a maio de 2020 os flagrantes feitos pela Guarda levaram 14 pessoas para as cadeias em Americana. O relatório apontou ainda 12 casos de flagrantes por furtos, um por roubo, 16 por tráfico de entorpecentes, seis por violência doméstica e dois por outras naturezas.

Segundo a GCM, por intermédio do Setor de Inteligência da corporação, as planilhas são atualizadas regularmente, visando o melhor redirecionamento do patrulhamento, atendendo a demandas originadas das mais variadas comunidades.

Segundo a GM, o trabalho das forças de segurança ganhou importante apoio com a instalação das câmeras de segurança. 

Escrito por:

Edson Silva/Correio Popular