Publicado 08 de Junho de 2021 - 10h55

Por Rodrigo Piomonte/Correio Popular

Agente da Emdec no trânsito de Campinas: pronto para multar

Kamá Ribeiro/Correio Popular

Agente da Emdec no trânsito de Campinas: pronto para multar

Mesmo em plena pandemia e com longos períodos de restrições de circulação neste ano e sem um acréscimo da frota que justifique um aumento expressivo na circulação de veículos na cidade, as infrações de trânsito subiram em Campinas a um ponto que, a cada minuto houve uma média de quase duas multas sendo aplicadas na cidade entre janeiro e março. Os dados constam no levantamento verificado no portal da transparência da Empresa Municipal de Desenvolvimento de Campinas (Emdec), responsável pela fiscalização do trânsito na cidade.

O mês de fevereiro foi o que concentrou o maior número de infrações por minuto. No período, a fiscalização aplicou 3,34 multas a cada 60 segundos.

Pelas informações disponíveis, a empresa municipal aplicou nos três primeiros meses do ano 293.965 multas. Ou seja, uma média no período de 2.670 por dia. Se comparado o número de multas aplicadas nos três primeiros meses deste ano com o mesmo período de 2020, o aumento verificado foi de 123%. Em 2020, entre janeiro e março foram aplicadas 131.693 multas. Vale ressaltar que de janeiro a março de 2020 a cidade vivia um período prévio à pandemia e registrava um crescimento da frota de 0,6%, conforme dados do Departamento Nacional de Trânsito (Detran-SP).

Se não bastasse a quantidade de multas aplicadas entre os meses de janeiro e abril deste ano, o total arrecadado custou ao bolso dos motoristas campineiros R$ 12,8 milhões. Essa quantia financeira arrecadada no período compõe uma das principais fontes de receita da empresa, conforme pode ser observado nos dados do portal de transparência da Emdec, que não detalham o tipo de infrações cometidas, mas informam que a destinação dos recursos arrecadados com as multas de trânsito aplicadas são destinadas para educação, fiscalização, sinalização e planejamento, conforme prevê o Conselho Nacional de Trânsito (Contran), sendo o percentual para a educação a menor fatia.

Segundo o advogado especialista em trânsito Oswaldo Redaelli, que integra a Comissão de Direito do Trânsito da Ordem dos Advogados do Brasil, em Campinas, chama atenção essa quantidade de multas aplicadas nesse primeiro trimestre em relação ao mesmo período de 2020. "Realmente é um volume muito alto de multas. Pode ter a ver com as multas represadas no ano passado devido à pandemia e que os motoristas começaram a receber este ano. Do contrário, pode evidenciar uma aposta na impunidade", analisa.

Conforme os dados, nos três primeiros meses deste ano, o mês de março foi o que concentrou o maior número de infrações aplicadas, 142.179. Ou seja, 4.586 multas por dia. O que eleva para três multas aplicadas a cada minuto. Em janeiro foram 16.700, e em fevereiro 135.086, segundo consta no portal de transparência da Emdec. Uma média de 3,34 multas aplicadas a cada 60 segundos na cidade.

Escrito por:

Rodrigo Piomonte/Correio Popular