Publicado 02 de Junho de 2021 - 13h57

Por Edson Silva/Correio Popular

Efetivo de 150 homens fez verdadeiro pente-fino na região central

Ricardo Lima/Correio Popular

Efetivo de 150 homens fez verdadeiro pente-fino na região central

Mais de 600 porções de drogas fora apreendidas e prisões de acusados de tráfico efetivadas ontem durante a operação de uma força-tarefa envolvendo ao menos 150 profissionais, entre policiais civis, militares, guardas municipais e equipes do Trânsito e funcionários de diversos departamentos da Prefeitura, na região central de Campinas.

A ação, que durou três horas, ocorreu nas proximidades do chamado centro velho, nas proximidades da antiga Estação Ferroviária (Fepasa), e se estendeu ao Terminal Central, um dos principais locais da cidade voltado ao atendimento de usuários do transporte urbano.

Segundo os integrantes das forças de segurança e funcionários de diversas áreas da Administração, um dos focos da operação foi a fiscalização principalmente de estabelecimentos voltados aos segmentos de hospedagens e comércio de bebidas, além de pessoas suspeitas.

Aproximadamente, 60 pessoas foram abordas e três delas acabaram presas em flagrante, responsabilizadas pela posse de 565 porções de crack, 50 de cocaína e 17 de maconha.

A escolha de levar a fiscalização para a região onde estão instalados muitos pequenos hotéis, bares e estabelecimentos suspeitos de exploração de jogos de azar e de prostituição, foi estratégica para combater também ao tráfico, uma denúncia frequente na área-alvo fiscalizada ontem.

Em relação a fiscalizações administrativas, mais de 20 comércios foram visitados, principalmente hotéis e bares, quando os seus proprietários foram orientados em relação a documentação e procedimentos como evitar aglomerações.

Sete estabelecimentos tiveram que ser fechados, três deles lacrados, quatro autuados, nove comerciantes intimados e cinco máquinas de caça-níqueis apreendidas e encaminhadas para o Plantão Policial do 4º Distrito Policial (Taquaral).

Os casos relacionados a apreensão de drogas e tráfico foram apresentados na 1ª Delegacia Seccional da Polícia Civil de Campinas, onde fica a Central de Flagrantes.

Duas pessoas foram encaminhadas para a delegacia por porte de entorpecentes e uma por suspeita de maus-tratos a animais, onde assinaram Termos Circunstanciados de Ocorrências (TCO).

Não foi divulgado ontem no balanço o motivo das autuações administrativas recebidas pelos estabelecimentos autuados. Um automóvel, produto de furto, foi apreendido também durante a operação.

Escrito por:

Edson Silva/Correio Popular