Publicado 26 de Maio de 2021 - 15h41

Por Correio Popular

Paciente é transferido para setor de emergência do Ouro Verde: ocupação de leitos voltou a crescer

Ricardo Lima/Correio Popular

Paciente é transferido para setor de emergência do Ouro Verde: ocupação de leitos voltou a crescer

A Rede Mário Gatti confirmou nesta terça-feira a morte de uma paciente de 80 anos, internada no setor de ortopedia, que morreu infectada pelo surto de covid-19 que atingiu o hospital na primeira quinzena deste mês. O surto foi identificado no setor de ortopedia do hospital e atingiu pacientes e médicos residentes. No total 11 pacientes foram testados. Seis apresentaram contaminação. Entre os médicos, 25 foram testados e 11 apresentaram contaminação. Todos os casos leves. A paciente que veio a óbito não havia sido imunizada.

A Prefeitura apura as circunstâncias. E atribui a contaminação a um fato que pode acontecer em uma pandemia dentro de um ambiente hospitalar, mesmo que todas as precauções estejam sendo tomadas.

Segundo a Rede Mário Gatti, ainda estão sendo apuradas de que forma ocorreu o surto dentro do hospital. Sabe-se apenas que foi multifocal, ou seja, apareceu em áreas diferentes, entre elas o setor de ortopedia.

Se a contaminação partiu de dentro do hospital ou de fora, ainda está em apuração. Uma suposta "festa" de médicos residentes fora do hospital também é investigada como uma possível causa. No entanto, ainda nada dá para ser afirmado, segundo a Rede Mário Gatti.

Desde que foi detectado o surto, os pacientes suspeitos foram separados de locais e os médicos que testaram positivos foram afastados. O hospital informou que está tomando todas as precauções para evitar novos surtos, mas reconhece que o ambiente hospitalar em um momento de pandemia isso pode acontecer. A investigação também se estende para o s outros hospitais da rede, como o hospital Ouro Verde e o hospital Metropolitano.

 

Escrito por:

Correio Popular