Publicado 22 de Maio de 2021 - 11h46

Por Gilson Rei/Correio Popular

Sede do Desenvolve SP: banco garante que segue as melhores práticas para a concessão de crédito a micro, pequenas e médias empresas

Diogo Zacarias/Correio Popular

Sede do Desenvolve SP: banco garante que segue as melhores práticas para a concessão de crédito a micro, pequenas e médias empresas

Depois de emitir duas notas breves e pouco esclarecedoras, o banco Desenvolve SP finalmente enviou, via comunicado oficial, informações mais consistentes acerca das investigações da Operação Black Flag, conduzidas pela Polícia Federal. A PF apura responsabilidades e circunstâncias de um golpe aplicado por uma quadrilha organizada contra instituições que integram o sistema financeiro nacional, o Desenvolve SP entre elas. A fraude, concretizada por meio de pessoas físicas e jurídicas fictícias, movimentou cerca de R$ 2,5 bilhões. No caso do banco ligado ao Estado de São Paulo, a PF também averígua o desaparecimento de documentos referentes à concessão de créditos às "empresas fantasmas". Leia a seguir os principais pontos da manifestação da instituição, em resposta a questionamentos encaminhados pelo Correio Popular.

Quando exatamente a instituição tomou conhecimento da fraude, que agora está sendo objeto de apuração pela Operação Black Flag?

O Desenvolve SP esclarece que tomou conhecimento das ações investigadas pela operação Black Flag somente na terça-feira (11/05) durante a operação da Polícia Federal na sede da empresa.

Que iniciativa o Desenvolve SP adotou em relação ao episódio?

Imediatamente, o banco abriu sindicância interna para verificar possíveis falhas no processo de crédito em curso na época, para assim apurar responsáveis. Tal investigação apura fatos relacionados a operações executadas dez anos atrás.

De que forma o banco tem colaborado com as investigações da PF? Além da sindicância interna, houve outra ação?

A atual direção do banco está contribuindo integralmente com as autoridades competentes, fornecendo toda informação e documentos disponíveis e colocando técnicos à disposição dos policiais. Não há interesse em esconder nada. O Desenvolve é o maior interessado em que os culpados sejam identificados e punidos e que os recursos retornem para a empresa com a finalidade de atenderem ao seu propósito principal, que é o crédito sustentável a micro, pequenas e médias empresas.

Como é possível que os documentos referentes às operações investigadas tenham desaparecido? Somente estes sumiram ou há mais casos do tipo?

Em relação a um dos documentos da operação, que não foi encontrado, o processo seguro permitiu a obtenção de segunda via junto ao cartório de registro de títulos e documentos.

Este desaparecimento não denota falta de organização por parte da instituição?

Nao respondida.

A fraude aponta para eventuais falhas nos mecanismos de avaliação, concessão e acompanhamento da quitação dos créditos investigados. Tais mecanismos continuam sendo os mesmos da época em que os financiamentos foram concedidos em 2011? O que mudou? Houve aperfeiçoamentos? Quais?

O Desenvolve SP é uma instituição financeira idônea e auditada e as operações de crédito investigadas passaram pelo processo de análise para concessão de crédito aplicado a todas as empresas tomadoras de empréstimo do Desenvolve SP, seguindo as regras determinadas pelo Banco Central e pela política de crédito da instituição: negociação das condições da operação com o cliente; realização de visitas à empresa; preparação de propostas; esclarecimento de pontos com área de negócios; preparação de propostas para alçada decisória; deliberação por aprovar as concessões; análise das duplicatas ofertadas como garantia. Todo o processo de concessão de crédito seguiu as melhores práticas adotadas pelo mercado, utilizadas pelo Desenvolve SP em todas as operações.

A Polícia Federal investiga a ação de uma quadrilha de crime altamente organizado contra o sistema financeiro, da qual o Desenvolve SP foi vítima, assim como outros bancos. Palavras do próprio delegado, ressaltadas na matéria do Correio Popular, afirmam a posição de vítima. O que ocorreu foi um inadimplemento de crédito, o qual o Desenvolve SP, como qualquer outra instituição, está sujeito a sofrer. Foram realizadas visitas para avaliação e a empresa estava regularmente constituída desde 1994 - caso contrário, não teria sido deferida a sua recuperação judicial.

Em algum momento antes da deflagração da Operação Black Flag o Desenvolve SP acionou na Justiça os tomadores dos créditos investigados, na tentativa de reaver os recursos públicos? Quando? Com que resultados?

O Desenvolve SP está adotando todas as medidas judiciais cabíveis para proteger a instituição e retirar do ar qualquer resquício de incertezas e dúvidas sobre uma instituição que há 12 anos trabalha para fomentar o desenvolvimento sustentável do Estado de São Paulo, por meio de financiamento a projetos inovadores que gerem renda e emprego.

Muitos micros, pequenos e médios empresários reclamam que é impossível obter crédito junto ao banco. Por que isso Acontece?

Não respondida.

Qual o montante disponível atualmente para financiar os empreendedores? Os recursos têm origem no Tesouro do Estado ou de outra fonte?

Em 12 anos de atuação, o Desenvolve SP nunca esteve envolvido em fraudes. Pelo contrário, realizou cerca de 10 mil financiamentos, que movimentaram quase R$ 5 bilhões na economia do Estado, causando impacto e melhora na qualidade de vida da população. Somente no último ano, quando agiu rapidamente para adaptar sua política de crédito às necessidades impostas pela pandemia, foram injetados R$ 2 bilhões na economia paulista, R$ 800 milhões destes do próprio tesouro estadual. Foi a instituição financeira que mais repassou créditos do Fungetur aos setores mais vulneráveis e a agência de fomento que mais fez o crédito do BNDES chegar às mãos do micro e pequeno empresário. Ontem (19), o Desenvolve SP anunciou a captação internacional inédita de R$ 530 milhões para obras de saneamento e água potável.

Qual o montante concedido em 2020 e no primeiro quadrimestre de 2021?

Respondida parcialmente na questão anterior.

Qual o índice de inadimplência dos tomadores de crédito?

Não respondida.

Escrito por:

Gilson Rei/Correio Popular