Balotelli diz não ter medo de fracassar no Brescia
O atacante italiano resolveu aceitar a proposta do clube do seu país e da cidade onde foi criado a partir dos dois anos de idade

Publicado 19/08/2019 14:34:42 - Atualizado 31/12/1969 21:00:00

Estadão Conteúdo

Em sua apresentação, o jogador garantiu que não ficou em dúvida em aceitar a oferta do modesto clube da Itália

Depois de ter sido alvo de cobiça do Flamengo, que desistiu de tentar contratá-lo na semana passada, Mario Balotelli foi apresentado oficialmente nesta segunda-feira como novo jogador do Brescia. Nascido em Palermo, o atacante italiano resolveu aceitar a proposta do clube do seu país e da cidade onde foi criado a partir dos dois anos de idade pelos seus pais, dois imigrantes ganeses.

Em sua apresentação, o jogador garantiu que não ficou em dúvida em aceitar a oferta do modesto clube da Itália, depois de ter defendido gigantes como Inter de Milão, Manchester City, Milan e Liverpool em sua carreira. Ele chegou ao seu novo time após passagens pelo Nice e pelo Olympique de Marselha no futebol francês.

"Não foi tão difícil escolher o Brescia. Desde o momento em que me foi apresentada a proposta do Brescia, eu não pensei em nada mais. É minha cidade, pode me dar tudo. E eu posso dar tudo a esta cidade", ressaltou Balotelli, de 29 anos, confiante de que terá sucesso em seu novo desafio profissional. "Eu não tenho nenhum medo de fracassar. Os objetivos são fazer crescer este time, ter o apoio da minha equipe. Medo de que eu fracasse me parece que vocês (jornalistas) têm mais do que eu", completou.

De volta ao futebol italiano após uma segunda passagem fracassada pelo Milan, clube que ele deixou em 2016, o atacante também revelou que a proposta do Brescia teve um grande impacto emocional para os seus familiares. "Minha mãe chorou inicialmente quando eu disse que talvez estaria indo para o Brescia... Ela ficou muito feliz", destacou o jogador, que foi apresentado com uma camisa número 45 nas costas pelo presidente do seu novo clube, Massimo Cellino.

Balotelli acabou indo parar no Brescia depois que o seu contrato com o Olympique de Marselha expirou no final da última temporada europeia e não foi renovado. Sem time até pouco tempo atrás, ele cogitou assinar com o Flamengo, mas na última quinta-feira o clube carioca anunciou que desistiu da negociação para contratá-lo.

Destaque da Itália vice-campeã da Eurocopa de 2012, o atacante chega também a um time que acaba de voltar à elite do Campeonato Italiano depois de ter sido campeão da segunda divisão nacional na temporada passada. E o jogador ressaltou nesta segunda-feira que espera poder defender a seleção do seu país na Eurocopa de 2020.

Segundo informações divulgadas por veículos da imprensa italiana, Balotelli receberá um salário anual de 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 6,6 milhões), com possibilidade de dobrar a quantia em bônus que incluem gols, jogos, convocações para a seleção e automática renovação se o Brescia se mantiver na elite nacional.

Escrito por:

Estadão Conteúdo

RECOMENDADAS