Guarani só empata com o Botafogo
Empatar fora de casa contra um dos times que brigam pelo G4 da Série B do Campeonato Brasileiro não é de todo ruim

Publicado 20/07/2019 21:20:40 - Atualizado 20/07/2019 21:20:48

Paulo Santana

Guarani só empata com o Botafogo

Empatar fora de casa contra um dos times que brigam pelo G4 da Série B do Campeonato Brasileiro não é de todo ruim. Mas por conta da situação que o Guarani vive na competição, o placar de 0 a 0, neste sábado (20), no Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto, pela 10ª rodada, representou a queda para a vice-lanterna da competição.
Um resultado ruim para a equipe que soma apenas seis pontos após 10 rodadas realizadas e segue na zona de rebaixamento. Na terça-feira o time comandado pelo técnico Roberto Fonseca encara o Cuiabá, no Brinco de Ouro. “Não conseguimos vencer, mas também não perdermos. A gente sabia que seria um jogo bastante complicado, mas não podemos reclamar porque o time deles vem numa fase boa”, disse o zagueiro Ferreira, na saída do gramado.
Vale lembrar que o Bugre vinha de uma incômoda série de cinco derrotas. A última vitória fora de casa foi no dia 31 de janeiro, quando superou o São Paulo no Pacaembu.
O primeiro tempo foi bastante fraco tecnicamente. Por um lado, o Guarani atacava pouco e sem eficiência para chegar ao gol defendido por Darley. Pelo outro, o Botafogo que dependia exclusivamente das jogadas individuais de seus atacantes.
Aos 8', o ex-pontepretano Felipe Saraiva escapou pela esquerda e de frente para Ferreira acabou derrubado na área. A torcida e os jogadores do time da casa reclamaram, mas o árbitro mandou seguir o jogo. A imagem da TV mostrou que o zagueiro bugrino fez a alavanca no atacante e poderia ter anotado pênalti.
A outra chance de gol só aconteceu aos 39' quando Naylhor aproveitou a bola jogada na área para, de cabeça, arriscar. O goleiro bugrino segurou sem maiores problemas.
O segundo tempo começou com Bady no lugar de Artur e o Guarani melhorou. Logo aos 4', Bady levantou pela direita na batida de escanteio, Ferreira subiu mais alto que a zaga e cabeceou firme. Darley precisou mostrar elasticidade para cair e fazer uma grande defesa.
O time local estava atento e voltou ao ataque aos 6’, quando Nadson dominou na intermediária, ajeitou o lance e mandou chute forte. Jefferson fez a defesa. Aos 17’, teve outro susto para o Bugre quando Rafael Costa não conseguiu alcançar o cruzamento que veio da direita, mas Murilo apareceu e cabeceou rente ao travessão.
No apagar das luzes, aos 47’, o Bugre ainda teve uma chance quando Vitor Feijão recebeu bola pela direita do ataque, invadiu a área, mas não chegou a tempo de aproveitar a falha do goleiro.
FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 0
Darley; Lucas, Leandro Amaro, Naylhor e Vinícius Freitas; Marlon Freitas, Higor Meritão, Nadson (Erick, 20'/2º) e Murilo Henrique; Felipe Saraiva (Ronald, 20'/2º) e Rafael Costa (Henan, 25'/2º). Técnico: Roberto Cavalo.
GUARANI 0
Jefferson Paulino; Lenon, Ferreira, Luiz Gustavo e Diego Giaretta; Deivid (Vitor Feijão, 15'/2º), Igor Henrique, Arthur (Bady, int.) e Diego Cardoso (Eder Luís, 35'/2º); Michel Douglas e Deivid Souza. Técnico: Roberto Fonseca.
Público e renda: Não informados. Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto. Juiz: Lucas Caneto Bellote (SP). Cartões amarelos: Deivid Souza, Diego Giaretta e Lenon, (GUA); Nadson, Murilo Henrique e Naylhor (BOT).

Escrito por:

Paulo Santana

RECOMENDADAS