Publicado 13 de Janeiro de 2022 - 18h17

Por Dow Jones Newswires

Presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano) de Chicago, Charles Evans não quis dizer quando ocorrerá a primeira elevação de juros neste ano nos Estados Unidos, mas disse que março seria uma possibilidade. Segundo ele, será um ano de "reajustar a política monetária".

O dirigente comentou, durante evento nesta quinta, que está "esperando duas, três, quatro altas de juros neste ano. Vamos ver como isso se desenrola". Antes, ele havia dito que projetara três elevações da taxa em 2022, na reunião de dezembro do Fed.

Sem direito a voto nas decisões de política monetária neste ano, Evans também comentou que o Fed deve começar a reduzir o balanço mais cedo neste ano, sem citar datas previstas.

Avanço da inflação

Charles Evans afirmou que a política monetária dos Estados Unidos "não está em um bom lugar" para lidar com o avanço da inflação. Segundo ele, é apropriado neste momento apertar essa política e o Fed precisa agir para conter a trajetória dos preços.

Evans avaliou que "levará tempo" até a inflação ao consumidor voltar à meta de 2% do Fed. Até o fim deste ano, projetou que ela estará em "cerca de 2,5%".

Ele disse esperar que a inflação desacelere com o tempo e que até o fim do ano exista mais clareza sobre o quadro na trajetória dos preços.

Tags: 3

Escrito por:

Dow Jones Newswires