Publicado 12 de Janeiro de 2022 - 18h28

Por Gustavo Porto

O Brasil registrou, entre a terça-feira, 11, e esta quarta-feira, 87.471 novos casos de covid-19, de acordo com dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgados neste dia 12 de janeiro. Com o avanço da variante Ômicron, o número diário de registros em 24 horas mais que triplicou ante o total registrado uma semana atrás. Em 5 de janeiro foram 27.267 novos casos.

A média móvel de novos registros nos últimos sete dias atingiu 52.261 casos, a maior desde 1º de julho de 2021, quando a média móvel de sete dias ficou em 54.117 casos.

O total de casos de covid-19 chega a 22.716.931 desde o início da pandemia.

Mortes

Os novos casos diários voltam ao nível dos números registrados junho de 2021, pico da pandemia, mas o total de mortes cresce em ritmo mais baixo, o que pode confirmar a menor severidade da nova variante.

O levantamento do Conass, que compila dados de secretarias de Saúde dos 26 Estados e do Distrito Federal, apontou 133 óbitos causados pela covid-19 entre a terça e a quarta-feira.

A média móvel de sete dias foi a 123 óbitos, ante 99 óbitos de média móvel em 5 de janeiro, uma semana atrás. Com isso, o País acumula 620.238 vidas perdidas para a doença.

Tags: CONASS

Escrito por:

Gustavo Porto