Publicado 12 de Janeiro de 2022 - 8h37

Por Estadão Conteúdo

A China aprovou duas novas regras para regular atividades de empresas de tecnologia no exterior e o uso de algoritmos, na última ofensiva de Pequim para tentar manter sob controle o gigantesco setor de internet do país. Principal regulador do setor, a Administração do Ciberespaço da China disse nesta terça-feira (4) que ela e várias outras autoridades deram seu aval a uma versão revisada da lei de cibersegurança que obrigará operadoras de plataformas digitais com mais de um milhão de usuários a passar por uma revisão de suas medidas de segurança se quiserem lançar ofertas públicas iniciais (IPOs) de ações exterior.

Também foi aprovada uma norma que regulará como empresas de tecnologia usarão algoritmos de recomendação. A medida proíbe "discriminação não razoável" de preços e outros termos de transações baseados em dados sobre hábitos de consumidores, um importante mecanismo de monetização empregado pelas maiores plataformas de comércio eletrônico e vídeos curtos da China.

Quando as duas regras foram submetidas à consulta pública, em meados de 2021, a iniciativa levou a uma forte liquidação de ações de tecnologia chinesas, num novo golpe a um setor que já está enfrentando múltiplas investigações antitruste. Fonte: Dow Jones Newswires.

Escrito por:

Estadão Conteúdo