Publicado 11 de Janeiro de 2022 - 19h52

Por Elisa Calmon

A Eletrobras anunciou que pretende protocolar, no segundo trimestre de 2022, o pedido de registro de oferta pública global de ações (follow on) na Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e na U.S. Securities and Exchange Commission (SEC). A oferta de distribuição de ações ordinárias e ADRs faz parte do plano de desestatização da companhia.

Os termos e condições, incluindo as quantidades ofertadas e a indicativa de preço, ainda não foram determinados, segundo o comunicado divulgado à CVM.

A empresa destaca ainda que a oferta está sujeita a condições de mercado e outros requisitos, incluindo a aprovação de seus acionistas e aval dos órgãos competentes, de acordo com a legislação e regulamentação brasileira e norte-americana aplicáveis.

No final de outubro do ano passado, a Eletrobras anunciou a pré-seleção de cinco instituições financeiras como bookrunners do sindicato de bancos que vai estruturar o follow on.

Estão na lista Bradesco BBI, Caixa Econômica Federal, Citi, Credit Suisse, JP Morgan, Morgan Stanley e Safra.

Escrito por:

Elisa Calmon