Publicado 05 de Janeiro de 2022 - 15h40

Por Thaís Barcellos

Após ganho de R$ 2,967 bilhões com sua posição em swap cambial em novembro, o Banco Central registrou resultado negativo de R$ 3,984 bilhões em dezembro, com estes contratos pelo critério caixa.

Pelo conceito de competência, houve ganhos de R$ 7,618 bilhões. O resultado pelo critério de competência inclui ganhos e perdas ocorridos no mês, independentemente da data de liquidação financeira. A liquidação financeira desse resultado (caixa) ocorre no dia seguinte, em D+1.

O BC registrou ainda no período perdas de R$ 12,160 bilhões com a rentabilidade na administração das reservas internacionais. Entram no cálculo ganhos e prejuízos com a correção cambial, a marcação a mercado e os juros.

O resultado líquido das reservas, que é a rentabilidade menos o custo de captação, ficou negativo em R$ 24,031 bilhões em dezembro. Já o resultado das operações cambiais no período ficou negativo em R$ 16,413 bilhões.

Em 2021, o Banco Central registrou resultado negativo de R$ 22,324 bilhões com os contratos de swap pelo critério caixa. Pelo conceito de competência, houve perdas de R$ 13,695 bilhões.

O BC obteve ganhos de R$ 127,230 bilhões com a rentabilidade na administração das reservas internacionais no acumulado do ano. Já o resultado líquido das reservas ficou positivo em R$ 27,915 bilhões e o resultado das operações cambiais no período foi positivo em R$ 14,221 bilhões.

O BC sempre destaca que, tanto em relação às operações de swap cambial quanto à administração das reservas internacionais, não visa ao lucro, mas fornecer hedge ao mercado em tempos de volatilidade e manter um colchão de liquidez para momentos de crise.

Escrito por:

Thaís Barcellos