Publicado 05 de Janeiro de 2022 - 13h59

Por Matheus de Souza

A situação com relação à disseminação da covid-19 continua a se desenvolver na França. De acordo o ministro da Saúde do país, Olivier Véran, foram registradas nas últimas 24 horas mais de 208 mil casos diários de contaminação pela doença. Em um intervalo de pouco menos de uma semana, é a terceira vez que o país ultrapassa seu próprio recorde de casos diários. Com o aumento constante do número, autoridades agora correm para criar medidas na tentativa de conter a disseminação da doença.

A situação se repete nos Estados Unidos, que de acordo com dados da universidade Johns Hopkins registraram uma média recorde de 265.427 novos casos diários.

Já na Espanha, que segue a tendência mundial de aumento de casos devido a variante Ômicron, o presidente Pedro Sánchez disse que, embora a variante se espalhe mais rapidamente, ela geralmente causa sintomas mais leves e portanto, exerce menos pressão sobre os hospitais espanhóis do que cepas anteriores. Dessa forma, o presidente descartou a adoção de medidas restritivas para o país. Sanchez também destacou a alta taxa de vacinação na Espanha, de mais de 80%.

"É claro que estamos em uma situação radicalmente diferente", disse ele a repórteres em sua conferência de fim de ano. "Estamos melhores e mais preparados para enfrentar a variante Ômicron", afirmou um painel de chefes e autoridades regionais, conforme informado pela agência Associated Press.. (Com agências internacionais).

Escrito por:

Matheus de Souza