Publicado 05 de Janeiro de 2022 - 11h59

Por Gabriel Bueno da Costa

A Agência de Segurança da Saúde do Reino Unido (UKHSA, na sigla em inglês) publica em seu site nesta sexta-feira, 31, que, após ter analisado mais de um milhão de casos das variantes Ômicron e Delta, concluiu que o risco de hospitalização é menor com a variante mais recente. Segundo a análise conduzida junto com a Universidade Cambridge, o risco de hospitalização com a variante Ômicron é igual a um terço do risco existente com a Delta.

A análise também concluiu que a proteção contra hospitalizações dada pelas vacinas é "boa" contra a Ômicron. Uma dose da vacina foi associada a um risco 35% menor de hospitalização entre casos sintomáticos com esta cepa, enquanto duas doses reduzem em 67% esse risco, até 24 semanas após a segunda dose; com 25 semanas ou mais de aplicação da segunda dose, esse risco é reduzido em 51%. Uma terceira dose foi associada com risco 68% menor de hospitalização, na comparação com os não vacinados, diz o comunicado do Reino Unido.

Escrito por:

Gabriel Bueno da Costa