Publicado 04 de Janeiro de 2022 - 13h58

Por Estadão Conteúdo

Afastado das competições desde o ATP 500 de Washington, nos Estados Unidos, em agosto do ano passado, o espanhol Rafael Nadal fez seu primeiro jogo em cinco meses nesta terça-feira, pela chave de duplas do ATP 250 de Melbourne, que serve de preparação para o Aberto da Austrália, o primeiro Grand Slam do ano. Ao lado do compatriota Jaume Munar, bateu os argentinos Sebastian Baez e Tomas Martin Etcheverry por 2 sets a 1 - com parciais de 6/3, 3/6 e 10 a 4 no match tie-break.

Na segunda rodada, Nadal e Munar terão um desafio maior pela frente contra a parceria cabeça de chave número 4, formada pelo casaque Andrey Golubev e pelo croata Franko Skugor, que entram adiantados na chave e ainda não estrearam na competição.

Nadal é o cabeça 1 da chave de simples, entrou diretamente na segunda rodada e aguarda o vencedor do duelo entre o americano Marcos Giron e o lituano Ricardas Berankis, vindo do qualifying.

Quem perdeu na estreia de simples, apesar de toda a animação, foi o escocês Andy Murray. O ex-número 1 do mundo sequer passou da primeira rodada em Melbourne e ainda por cima foi batido por um tenista que não é especialista nos pisos mais velozes. O argentino Facundo Bagnis venceu em três sets e parciais de 6/3, 5/7 e 6/3. Foi seu primeiro jogo oficial com o novo treinador, o alemão Jan de Witt.

O torneio perdeu mais duas atrações, sendo a principal delas o local Nick Kyrgios. Ele anunciou que está sentindo problemas respiratórios e será substituído pelo suíço Henri Laaksonen. "Não tenho me sentido bem nos últimos três ou quatro dias. Tenho feito inúmeros testes de covid-19 e todos têm dado negativo", garantiu o tenista da casa, que espera agora jogar o ATP 250 de Sydney na próxima semana antes de ir ao Aberto da Austrália.

Escrito por:

Estadão Conteúdo