Publicado 03 de Janeiro de 2022 - 20h46

Por Estadão Conteúdo

O Botafogo teve aprovado seu novo CNPJ na Junta Comercial do Estado do Rio de Janeiro (JUCERJA), nesta segunda-feira, completando a fase legal necessária para se tornar uma Sociedade Anônima de Futebol (SAF). Com o registro, o clube carioca já pode receber aporte financeiro de um investidor.

"É com muita satisfação que compartilho com vocês que tivemos registrada a constituição da SAF através de um novo CNPJ. Fizemos com muito cuidado, zelo, orientados pelos melhores escritórios de advocacia do país e 100% alinhado com a lei", afirmou o CEO do Botafogo, Jorge Braga.

"Com muita preocupação de fazer adequadamente, de forma estruturada, com laudo técnico, inclusive escolhendo conselheiros e diretores de notório saber. Como exige a lei, sem relação com o clube, mas com profundo conhecimento sobre cisão de ativos e estruturação de empresas. Isso completa a fase legal necessária para chegada e aporte de um investidor. Até a efetiva venda das ações para investidor qualificado e devidamente aprovado pelos órgãos estatutários do clube, a SAF terá caráter pré-operacional", destacou.

O americano John Textor, da Eagle Holdings, um dos sócios que comandam o Crystal Palace, na Inglaterra, deve ser o investidor do clube carioca. O Botafogo espera um aporte de R$ 400 milhões de seu futuro gestor.

Enquanto aguarda o acordo com um novo investidor, o Botafogo se representou nesta segunda-feira no Estádio Nilton Santos. Todos os jogadores e integrantes do departamento de futebol foram submetidos a testes PCR. O lateral-direito Rafael e três funcionários testaram positivo para a covid-19 e já estão em quarentena.

Escrito por:

Estadão Conteúdo