Publicado 03 de Janeiro de 2022 - 18h41

Por Estadão Conteúdo

Nada de investir em nomes badalados. Em contenção de dispensas e revisando gastos, o Cruzeiro surpreendeu nesta segunda-feira ao anunciar Pedro Martins, vice-presidente de competições da Federação Paulista de Futebol (FPF), para a vaga de diretor de Futebol.

Ele chega para substituir Alexandre Mattos, que foi dispensado por Ronaldo Fenômeno, novo gestor do clube mineiro. Pedro inicia os trabalhos nesta terça-feira e a primeira missão será revisar e até rescindir contratos dos novos reforços.

"O Cruzeiro anuncia Pedro Martins como seu novo diretor de Futebol. O profissional, formado em administração e com MBA pela Universidade de Liverpool, tem passagens como gestor no Athletico-PR e Queens Park Rangers, da Inglaterra, além de ter sido CEO da Ferroviária. Pedro se apresenta já nesta terça-feira na Toca da Raposa II", informou os mineiros.

O Cruzeiro está totalmente endividado e sem caixa para trazer grandes nomes. Sair do vermelho e, ao mesmo tempo, buscar acesso à elite nacional são duas árduas tarefas para 2022.

O clube ainda não definiu, também, o substituto do técnico Vanderlei Luxemburgo, dispensado por não se "enquadrar" na nova política financeira imposta pela gestão de Ronaldo. O técnico já tinha recebido 10 reforços e todos terão de abrir mão do vínculo firmado e baixar as cifras se quiserem continuar.

O Cruzeiro sabe que pode acabar acionado na Justiça, mas garante estar pronto para se defender. Pará rescindiu, enquanto o zagueiro Sidnei promete encarar os tribunais para que o clube honre com o acordo firmado.

Escrito por:

Estadão Conteúdo