Publicado 03 de Janeiro de 2022 - 16h41

Por Fernanda Nunes

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) publicou no Diário Oficial da União (DOU), no último dia 24, resolução com novas especificações de combustíveis, mais exigentes quanto à poluição do ar. A principal mudança foi a redução do teor de enxofre da gasolina E22 dos atuais 50 mg/kg para 10 mg/kg.

A minuta de resolução passou por consulta pública de 45 dias, seguida de audiência pública. As sugestões recebidas foram avaliadas e o texto consolidado passou por análise jurídica da Procuradoria Federal junto à ANP.

As medidas fazem parte de programas criados pelo Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama) que instituem metas progressivas de melhoria da qualidade do ar, negociadas entre órgãos ambientais, produtores de combustíveis e indústria automobilística e de máquinas. Em cada etapa dos programas, são estabelecidos limites máximos de emissões veiculares a serem cumpridos na homologação dos veículos automotores novos.

Segundo a ANP, em sua maioria, as mudanças se referem "a ampliações em limites de parâmetros, de modo a facilitar o seu atendimento pelos agentes econômicos envolvidos, além de flexibilizar algumas regras vigentes, sem, contudo, comprometer a qualidade dos produtos para a finalidade a que se propõem", como afirma em comunicado.

Escrito por:

Fernanda Nunes