Publicado 03 de Janeiro de 2022 - 12h36

Por Estadão Conteúdo

O georgiano Viktor Saneyev, único tricampeão olímpico na história do salto triplo, além de adversário

histórico dos brasileiros Nelson Prudêncio e João do Pulo, morreu em Sydney, na Austrália, aos 76 anos de idade. A informação foi confirmada nesta segunda-feira o Comitê Olímpico da Geórgia.

"Saneyev havia se mudado para a Austrália nos anos 90 para iniciar uma carreira de treinador, mas sempre quis retornar à Geórgia. Infelizmente, não teve tempo para isso", disse o vice-presidente da entidade, Elgudzha Berishvili. O dirigente também afirmou que o comitê vai realizar uma cerimônia em homenagem ao ex-triplista.

Saneyev, que defendia a União Soviética, conquistou o seu primeiro ouro olímpico nos Jogos da Cidade do México, em 1968, quando, em seu último salto, superou Prudêncio, que liderava a competição e acabou com a medalha de prata.

Em Munique-1972, na então Alemanha Ocidental, ele defendeu o título, voltando a superar o brasileiro, que na ocasião ganhou a medalha de bronze, ficando atrás também do alemão oriental Jörg Drehmel.

O tricampeonato olímpico viria em Montreal, no Canadá, quatro anos depois, e novamente com um atleta do Brasil no pódio, João do Pulo, medalhista de bronze - o americano James Butts terminou em segundo lugar.

Nos Jogos de Moscou-1980, na então União Soviética, Saneyev conseguiu a quarta medalha olímpica consecutiva no salto triplo, desta vez a de prata. A prova, na qual João do Pulo voltou a conquistar o bronze, gerou grande polêmica. O brasileiro e o australiano Ian Campbell conseguiram saltos superiores ao melhor do medalhista de ouro - o também soviético Jaak Uudmae -, mas a arbitragem, composta apenas por juízes da casa sem supervisão externa da Iaaf, viu faltas consideradas controversas por especialistas.

Escrito por:

Estadão Conteúdo