Publicado 02 de Janeiro de 2022 - 18h07

Por Estadão Conteúdo

Líder isolado do Campeonato Espanhol, o Real Madrid abriu 2022 com derrota para o Getafe, por 1 a 0, dando adeus a uma invencibilidade de 15 partidas. O técnico Carlo Ancelotti não gostou nada da apresentação abaixo do esperado de seus comandados e reclamou da postura em campo. "A equipe ainda estava de férias."

O Real Madrid ficou 10 dias sem atuar para os jogadores curtirem as festas de final de ano. Na visão do técnico, a equipe ainda estava com a cabeça no período de descanso e não fez nada na visita ao Getafe, pela 20ª rodada, neste domingo.

"Os jogadores estavam nervosos. Perdemos bolas e duelos depois do gol deles. A equipe estava de férias hoje", lamentou Ancelotti. "Sem foco, sem nada. Demos a eles os três pontos", seguiu na bronca.

O gol do Getafe surgiu de uma falha do zagueiro brasileiro Éder Militão. Eleito o melhor do time em dezembro, o defensor se atrapalhou com o domínio da bola e acabou deixando o atacante rival marcar.

Apesar do tropeço, a vantagem no topo da tabela ainda é considerável. São oito pontos de vantagem sobre o Sevilla, segundo colocado. Mas o rival tem dois jogos a menos e pode diminuir a desvantagem para somente dois. Ancelotti mantém a calma.

"Seguimos líderes e estamos motivados para o futuro", admitiu o treinador, que agora vira a chave e se prepara para enfrentar o Alcoyano, pela segunda rodada da Copa do Rei. Ancelotti sabe, porém, que não pode baixar a guarda. Sob seu comando, o Real Madrid também abriu a temporada de 2015 perdendo invencibilidade. Na época, estava 23 jogos sem perder. Caiu e acabou fechando o ano sem títulos, por isso o alerta do italiano.

Escrito por:

Estadão Conteúdo