Publicado 02 de Janeiro de 2022 - 15h41

Por Ilana Cardial e Letícia Simionato

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, revogou nesta terça, 28, as restrições de viagens impostas a alguns países africanos, devido à nova variante Ômicron, da covid-19.

De acordo com Biden, as restrições não são mais necessárias para proteger a saúde pública. "Tendo aprendido mais sobre a variante Ômicron nas últimas semanas, o CDC agora recomenda o fim das restrições de viagem impostas na Proclamação 10315", destacou o presidente.

A Proclamação 10315, de 26 de novembro, havia suspendido e restringido a entrada nos Estados Unidos de "não cidadãos" dos Estados Unidos que estavam fisicamente presentes em Botsuana, Eswatini, Lesoto, Malavi, Moçambique, da Namíbia, África do Sul e Zimbábue durante o período de 14 dias anterior à sua entrada ou tentativa de entrada nos Estados Unidos.

"Tomei essa ação para desacelerar a disseminação da variante Ômicron nos Estados Unidos e permitir que os Estados Unidos implementassem medidas de mitigação apropriadas enquanto surgiam novas informações sobre a variante", afirmou o chefe do executivo americano.

Em comunicado, Biden também destacou que, atualmente, viajantes internacionais para os EUA de todos os países, independentemente da cidadania ou status de vacinação, devem fazer um teste covid-19 dentro de um dia da partida e apresentar um resultado negativo antes de embarcar em um voo para os Estados Unidos.

Escrito por:

Ilana Cardial e Letícia Simionato