Publicado 02 de Janeiro de 2022 - 15h01

Por O Estado de S.Paulo

Por Redação

O Tribunal Superior Eleitoral declarou a empresa Positivo Tecnologia vencedora da licitação de R$ 1.179.662.728,72 para a produção de até 176 mil urnas eletrônicas que serão utilizadas a partir das eleições de 2024.

O anúncio do resultado foi feito nesta segunda-feira, 27, pela presidente da Comissão Permanente de Licitação do Tribunal, Nathalia dos Santos Costa, em audiência pública realizada na sede da Corte Eleitoral, em Brasília. As informações foram divulgadas pelo TSE.

Segundo Nathalia, a proposta da Positivo Tecnologia foi acolhida considerando o 'cenário de crise mundial decorrente do desabastecimento de insumos eletrônicos e seus desdobramentos na cadeia produtiva e nos preços praticados'.

Além da produção das urnas, a Positivo Tecnologia será responsável pelo fornecimento de peças de reposição da urna eletrônica, desenvolvimento dos modelos dos equipamentos e do software básico, além da garantia das urnas fabricadas, mídias de Aplicação e de Resultado.

A licitação envolve ainda a elaboração do projeto para a embalagem das máquinas, documentos técnicos de especificação, assim como o treinamento, por meio de kits de desenvolvimento de firmwares.

Escrito por:

O Estado de S.Paulo Redação