Publicado 21 de Dezembro de 2021 - 11h36

Por Estadão Conteúdo

Durante um evento na Catalunha, em participação por videoconferência, o técnico espanhol Pep Guardiola, do Manchester City, comentou sobre a reestruturação que o Barcelona vem passando desde a saída do craque argentino Lionel Messi. O comandante disse estar confiante na recuperação do clube, atualmente sob o comando de Xavi Hernández, mas reiterou que será necessário mais tempo para que tudo volte a ficar nos trilhos.

Guardiola ainda elogiou o trabalho de Xavi e a forma como a nova diretoria está conduzindo o Barcelona até aqui, mesmo com as decepções nas principais competições, como a Liga dos Campeões da Europa, por exemplo, mas também ressaltou que é preciso saber passar por um momento difícil antes de colher os frutos do trabalho.

"O que não custa na vida, não vale a pena. Agora é hora de sofrer, então vamos sofrer. O que tem se não ganhamos neste ano ou no próximo? Qual o problema? Ganharemos depois", apontou o treinador do Manchester City.

Eliminado na fase de grupos da Liga dos Campeões, o Barcelona ainda tem nesta temporada para disputar a Liga Europa - pega o Napoli nos playoffs, que antecedem as oitavas de final. Pelo Campeonato Espanhol, o time catalão atualmente ocupa a oitava posição, estando a três pontos da zona de classificação para a próxima edição da Liga dos Campeões, que pode ser a verdadeira virada de chave.

"O bom é que há uma diretoria muito boa, um excelente treinador. Ainda não o vi (Xavi) treinar, mas o tive como jogador e sei seu amor ao jogo e ao clube. O que temos que fazer é crer até o fim com ele. Mas custar um pouco, mas tenho a sensação de que se estão criando sementes que nos darão frutos muito bons", opinou Guardiola.

Ainda vivendo uma das suas piores dificuldades financeiras da história, o Barcelona continua reformulando seu elenco e apostando novamente nos jovens, como os meias Gavi e Pedri e o atacante Ansu Fati. Assim como foi falado pelo próprio Xavi em recente coletiva, são eles que estão mantendo o clube de pé até aqui.

"Há uma geração muito boa, que demonstra que, com mais tempo e com as contratações que serão feitas, o Barça voltará aonde deve estar. Enquanto isso, paciência. Não se ganha sempre na vida", finalizou o técnico do Manchester City.

Escrito por:

Estadão Conteúdo