Publicado 19 de Dezembro de 2021 - 18h36

Por Estadão Conteúdo

Ao deixar o Flamengo após resultados espetaculares conquistados entre 2019 e 2020, Jorge Jesus retornou a Portugal visando repetir o sucesso no Benfica, equipe que já havia treinado e sido vitorioso entre 2009 e 2015. Para tal, indicou grandes jogadores brasileiros que se destacaram no País durante sua passagem pelo time rubro-negro.

Um deles foi o atacante Everton Cebolinha, ex-Grêmio, que deixou o Brasil muito valorizado e passou a frequentar a lista de convocação do técnico Tite na seleção brasileira. No Benfica, sob o comando de Jorge Jesus, recebeu oportunidades em seu início, mas tem perdido espaço ao longo da atual temporada.

A situação de Everton tem gerado incômodo em seu estafe e críticas recorrentes ao treinador português. "Se continuar assim, vamos ter de tirar o jogador daí, para que o Benfica não fique prejudicado. Se não é para o colocar na posição dele, então não o ponha como ala. Jorge Jesus está acabando com um jogador por quem o Benfica pagou 20 milhões de euros. Quando Everton está ganhando confiança e melhorando, ele o tira do time", disse o empresário Márcio Cruz em entrevista ao jornal português Record.

A janela de inverno no futebol europeu pode levar Everton Cebolinha para outro clube. Assim, o atacante terá oportunidade de conquistar um novo espaço e ser lembrado por Tite para as convocações em ano de Copa do Mundo. As reclamações contra Jorge Jesus não param por aí. Pedrinho foi contratado junto ao Corinthians antes mesmo de Jorge Jesus retornar ao Benfica. Ciente das preferências do treinador, o meia de 23 anos viu mais obstáculos à sua frente e foi vendido para o ucraniano Shakhtar Donetsk no início da temporada 2021/2022.

"Desde que cheguei ao Benfica, nunca duvidei da forma técnica do Jorge Jesus, ele é muito bom. Mas a forma como ele trata as pessoas é determinante para o rendimento. Ele (Jorge Jesus) não dá total liberdade para conversar. Às vezes você faz jogada no treino e ele te ofende, como se estivesse te julgando, e você só quer ajudar. O jogador fica com medo de fazer. Você pensa: 'se fizer isso, ele já vai reclamar'. Chega um momento que você não se sente confortável em campo", disse Pedrinho, em entrevista à Gazeta Esportiva.

Um dos preferidos da diretoria do Flamengo para treinar a equipe em 2022, Jorge Jesus tem sido alvo de críticas também de torcedores do Benfica, apesar da classificação para as oitavas de final da Liga dos Campeões em um grupo com Bayern de Munique e Barcelona. No clássico com o Sporting, o time português foi derrotado por 3 a 1 no estádio da Luz, e alguns torcedores agitaram lenços brancos nas arquibancadas em sinal de "adeus" ao treinador.

Escrito por:

Estadão Conteúdo