Publicado 19 de Dezembro de 2021 - 13h36

Por Estadão Conteúdo

O Manchester City não deu brecha para os rivais na briga pela liderança do Campeonato Inglês e garantiu a primeira colocação por mais uma semana ao golear o Newcastle por 4 a 0, neste domingo. O resultado elástico construído no St. James Park, em jogo da 18ª rodada, é mais uma demonstração da força do time comandado por Pep Guardiola, que já vinha de um incrível triunfo por 7 a 0 sobre o Leeds.

Com os gols marcados neste final de semana por Rubén Dias, Cancelo, Mahrez e Sterling, este último com assistência de Gabriel Jesus, o City marcou 11 vezes nas duas últimas partidas. Além disso, soma oito jogos de invencibilidade na disputa da liga nacional, na qual ocupa a primeira posição, com 44 pontos, sem chances de ser ultrapassado pelo Liverpool, segundo colocado, que tem 40 e joga nesta tarde. O Newcastle é o vice-lanterna com apenas dez pontos.

O grande nome do primeiro tempo no St. James Park foi o português João Cancelo. Com apenas quatro minutos de bola rolando, ele recebeu um belo passe de Zinchenko na linha de fundo, dentro da área, e cruzou para o meio, onde seu compatriota Rúben Dias estava esperando para mandar de cabeça para a rede.

Na sequência, o Newcastle mostrou bastante raça na busca pela reação e conseguiu levar algum perigo ao gol defendido pelo brasileiro Ederson. Cancelo, entretanto, estava pronto para brilhar, e atrapalhou os planos do esforçado adversário ao chutar forte de fora da área para marcar um golaço após passar por dois marcadores pelo meio, deixando um deles no chão.

O time da casa continuou se esforçando para surpreender o City, mas acabou sofrendo uma goleada. Mahrez marcou o terceiro gol da equipe de Manchester aos 18 minutos, depois de receber cruzamento de Zinchenko, e Sterling fez o quarto ao concluir um bom lance construído por Gabriel Jesus.

CHELSEA TROPEÇA - A notícia da goleada em Newcastle foi recebida com muito pesar no Molineux Stadium, onde o Chelsea ficou no 0 a 0 em duelo contra o Wolverhampton. Agora com 38 pontos, ainda em terceiro lugar, o time de Londres viu o Manchester City abrir seis pontos de diferença na ponta da tabela do Inglês.

Este foi o segundo empate seguido do Chelsea, que havia empatado por 1 a 1com o Everton na rodada passada. O novo tropeço pode ser justificado pela quantidade de desfalques da equipe comandada por Thomas Tuchel, que não contou com Lukaku, Werner, Chilwell e Hudson-Odoi, todos isolados após testarem positivo para covid-19. Muitos times estão sendo impactados por um surto da doença entre atletas, não à toa rodada atual teve seis jogos adiados.

Escrito por:

Estadão Conteúdo