Publicado 25 de Novembro de 2021 - 19h46

Por Estadão Conteúdo

O técnico Nelsinho Baptista foi reverenciado por sua marca histórica no futebol japonês. Ele completou nesta temporada 200 vitórias como técnico no Japão. O grande feito de um estrangeiro rendeu muito destaque na mídia esportiva, além do reconhecimento de seu clube. O Kashiwa Reysol fez um memorial em homenagem ao seu maior comandante na história.

O departamento de comunicação do clube produziu uma revista dedicando suas páginas ao grande trabalho de Nelsinho Baptista. O técnico foi presenteado com um quadro onde é reconhecido seu triunfo de vencer 200 vezes.

Nelsinho foi campeão nacional pelo Verdy Kawasaki na década de 90, onde dirigiu o time por 64 jogos. Entre 2003 e 2005 dirigiu o Nagoya Grampus, com 89 jogos. Entre 2009 e 2015 comandou pela primeira vez o Kashiwa Reysol por 253 vezes.

Entre 2015 a 2017 o técnico passou pelo Vissel Kobe, com 123 jogos. Na sua volta ao Reysol, em 2019, até agora em 2021 ele comandou o time amarelo por 134 jogos. Ao todo foram 663 jogos disputados no Japão e com 200 vitórias.

Em sua terceira passagem pelo Reysol, Nelsinho sonha em ser campeão de novo pela J1 League primeira divisão do país. "Me sinto bem aqui no Japão, onde existem ótimas condições de trabalho. A cobrança é feita em cima da realidade do clube e estamos num processo de reconstrução", explica.

Nelsinho assumiu o Reysol pela terceira vez em 2019, quando levantou o título da segunda divisão. Fez uma boa temporada em 2020 e agora se manteve na elite. No momento ocupa a 14.ª posição.

A confiança é tão grande que o brasileiro tem contrato por mais quatro temporadas. É o tempo suficiente para Nelsinho sonhar em voltar a ser campeão japonês pelo Reysol. Por este clube ele já foi campeão duas vezes da segunda divisão (2010 e 2019).

Na J1 Legue também foi campeão japonês em 2011. Conquistou a Taça do Japão (2012) e a Liga do Japão (2013), além da Super Taça do Japão em 2013. "Eu tenho uma história vencedora no Japão, especialmente, pelo Kashiwa Reysol. Por isso é que projeto ir além do que chegamos nesta minha atual passagem. O clube e eu sabemos que podemos ir além, mas dentro de um planejamento, subindo de degrau a degrau como é da cultura do Japão, a qual respeito."

Nelsinho é o técnico estrangeiro que mais tempo trabalhou no futebol do Japão. São 16 anos intercalados nas últimas quatro décadas deste paulista determinado nascido na cidade de Campinas, que demonstra muita vitalidade aos 71 anos. "Eu faço o que gosto e com muito prazer. E são as conquistas que vão me energizando, me motivando sempre a continuar...".

Escrito por:

Estadão Conteúdo