Publicado 25 de Novembro de 2021 - 12h16

Por Guilherme Bianchini (Com informações de Associated Press e Dow Jones Newswires)

Protestos contra medidas de restrição pelo avanço da covid-19 terminaram em confronto entre manifestantes e policiais em Roterdã, na Holanda, na noite desta sexta-feira, 19. Sete pessoas ficaram feridas após a polícia abrir fogo em razão de pedradas e incêndio de carros e prédios. Segundo as forças de segurança, dezenas de pessoas foram presas e a ordem foi restaurada por volta de meia-noite, no horário local.

"Em várias ocasiões, a polícia achou necessário sacar suas armas para se defender", afirmou o prefeito de Roterdã, Ahmed Aboutaleb, que classificou a situação como "uma orgia de violência".

Os protestos aconteceram após o governo holandês anunciar que pretende permitir que empresas liberem acesso a lugares fechados apenas para vacinados ou recém-recuperados da doença, sem incluir pessoas que apresentem teste negativo. O país vem registrando recordes de infecções nos últimos dias e retomou parcialmente o lockdown na semana passada.

A Holanda totaliza 2.440.539 casos e 19.344 mortes pelo coronavírus, segundo dados da universidade americana Johns Hopkins. O país é o nono do mundo com mais infecções confirmadas nos últimos 28 dias (330.303), período em que registrou 617 óbitos.

Escrito por:

Guilherme Bianchini (Com informações de Associated Press e Dow Jones Newswires)