Publicado 25 de Novembro de 2021 - 7h35

Por Estadão Conteúdo

O Cruzeiro não chegou nem perto do acesso, mas ainda assim quer encerrar a Série B do Campeonato Brasileiro em grande estilo. Sob o pretexto da aposentadoria oficial de Rafael Sóbis e a despedida de Ariel Cabral, o clube mineiro quer lotar o Mineirão, em Belo Horizonte, para o duelo contra o Náutico nesta quinta-feira, às 20 horas, pela 38.ª e última rodada. Mais de 57 mil ingressos foram vendidos.

Sem vencer há dois jogos e vindo de empate por 1 a 1 com o Sampaio Corrêa, o Cruzeiro ocupa a 13ª colocação, com 47 pontos, a cinco do Náutico, derrotado pelo Avaí por 2 a 1. O técnico Vanderlei Luxemburgo aproveitou para elogiar o seu trabalho nestes últimos meses.

"Acho que, se eu não tivesse chegado aqui, o Cruzeiro teria grandes problemas de rebaixamento. O ambiente estava muito tenso, muito ruim. O Cruzeiro não estava acostumado com ambiente tenso de rebaixamento, estava acostumado ao ambiente de disputa. É uma novidade para o Cruzeiro. Seria uma dificuldade muito grande ficar aqui naquela zona (de rebaixamento), convivendo com aquilo ali. Não sei o que poderia acontecer", analisou o técnico.

Rafael Sóbis, com 36 anos, anunciou sua aposentadoria em 9 de novembro após a vitória por 2 a 0 sobre o Brusque e que garantiu o time mineiro na Série B em 2022. Aquele seria seu último jogo como profissional, mas o clube resolveu homenageá-lo neste último jogo da temporada. "Só tenho a agradecer a todas pessoas que me ajudaram e a todos os clubes por onde passei. Devo tudo da minha vida ao futebol", reconheceu o jogador.

Gaúcho de Erechim, Sóbis começou a carreira no Internacional, depois passou por muitos clubes, como Fluminense e Cruzeiro. Atuou no exterior na Espanha (Betis), no Catar (Al Jazira) e no México (Tigres). No Cruzeiro, ele tem 37 gols em 176 jogos.

No Cruzeiro, Luxemburgo não terá os atacantes Vitor Leque (suspenso por quatro jogos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Keké (com edema ósseo no pé direito) e Thiago (suspenso pelo terceiro cartão amarelo). Recuperado de lesão no cotovelo, Matheus Pereira brigará por vaga na lateral esquerda com Felipe Augusto, que vem atuando improvisado no setor.

No meio-campo, Ariel Cabral pode pegar a vaga de Adriano. O mesmo vale para o ataque, com a possibilidade de Sóbis ser titular e deixar Marcelo Moreno no banco. No sistema ofensivo, Wellington Nem volta de suspensão e garante vaga entre os titulares. O meia Marcinho também cumpriu suspensão na rodada passada, mas ficará como opção.

No Náutico, o lateral-direito Hereda foi liberado pelo departamento médico após se recuperar de uma lesão no tornozelo direito e brigará por posição com Thássio. Ainda no sistema defensivo, o zagueiro Camutanga sofreu lesão no joelho e será substituído por Carlão.

Na lateral-esquerda, Júnior Tavares volta de suspensão e assume o lugar de Guilherme Nunes. Jean Carlos, Matheus Jesus e Marciel, por outro lado, estão suspensos e são desfalques.

Escrito por:

Estadão Conteúdo