Publicado 24 de Novembro de 2021 - 19h10

Por Estadão Conteúdo

Longe de cometer os erros do primeiro jogo contra o Sheriff, o Real Madrid se impôs nesta quarta-feira e venceu com tranquilidade o rival da Moldávia por 3 a 0, fora de casa, na cidade de Tiraspol, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. O resultado confirmou o time espanhol nas oitavas de final.

O Real chegou aos 12 pontos e manteve a liderança do Grupo D. A Inter de Milão, que mais cedo bateu o Shakhtar Donetsk por 2 a 0, soma 10 e também se garantiu no mata-mata. O Sheriff tem seis, figura em terceiro e não tem mais chances de classificação, faltando apenas uma rodada para o fim da fase de grupos. A equipe da Moldávia vai disputar a Liga Europa. Já o Shakhtar tem apenas um ponto.

Com Éder Militão, Casemiro, Rodrygo e Vinicius Junior entre os titulares, o Real entrou em campo em clima de revanche. Isso porque no primeiro jogo entre as duas equipes, na segunda rodada, o modesto time da Moldávia protagonizou uma das maiores zebras da história do torneio ao vencer o recordista de títulos da Liga por 2 a 1, no Santiago Bernabéu.

O novo duelo entre David e Golias encontrou o Real em situação bem mais favorável. Com a equipe equilibrada pelo técnico Carlo Ancelotti, o jogo desta quarta foi mais tranquilo para os visitantes. O goleiro Courtois praticamente não tocou na bola ao longo do primeiro tempo.

Se na defesa, antes irregular, tudo parecia funcionar perfeitamente, no setor ofensivo a situação não era muito diferente. O placar foi aberto aos 29 minutos, em lance de bola parada. Alaba bateu falta direto e contou com desvio na barreira para vencer o goleiro Athanasiadis.

Antes do intervalo, o Real chegou ao segundo gol. Aos 45, uma bela troca de passes culminou na assistência de Rodrygo para Kroos. O alemão bateu de fora da área e viu a bola acertar o travessão e cair dentro do gol e sair. Após alguns segundos de dúvida, o árbitro confirmou o gol com uso da tecnologia.

Sem aliviar, o time espanhol manteve o ritmo no início do segundo tempo. E, aos 10, Benzema ampliou ao completar jogada do lateral Mendy. Somente depois do terceiro gol dos visitantes é que o Sheriff resolveu buscar o ataque. Courtois, enfim, começou a trabalhar em finalização perigosa dos anfitriões, aos 22. Foram três chances seguidas para os donos da casa, sem sucesso.

O Real reagiu na reta final, em dois lances protagonizados por Asensio, que entrara no lugar de Rodrygo. Mas a defesa do Sheriff se safou e evitou uma goleada.

MILAN VENCE NO SUFOCO - O tradicional time italiano suou frio nesta quarta, mas venceu o Atlético de Madrid por 1 a 0, na capital espanhola. Messias Junior marcou o gol salvador aos 42 minutos do segundo tempo. O resultado manteve o Milan ainda com chances de avançar, embora ainda dependendo de uma combinação de resultados.

Os italianos somam quatro pontos no Grupo B, um atrás do vice-líder Porto, e aparecem em terceiro lugar. O Atlético também tem quatro, mas aparece na quarta e última colocação da chave, em situação ainda mais complicada.

Na última rodada, marcada para o dia 7 de dezembro, o Milan precisa vencer o já classificado Liverpool e torcer por um empate entre Porto e Atlético. Uma vitória dos espanhóis sobre os portugueses também ajuda o time italiano.

O Porto, que depende apenas de si mesmo, voltou a perder do Liverpool nesta quarta, por 2 a 0, na Inglaterra. Com apenas quatro titulares em campo, o time inglês dominou com facilidade e manteve o aproveitamento de 100%, com cinco vitórias em cinco jogos, somando 15 pontos.

Escrito por:

Estadão Conteúdo