Publicado 23 de Novembro de 2021 - 21h20

Por Estadão Conteúdo

Em duelo direto contra o rebaixamento, Atlético Goianiense e Juventude ficaram no empate por 1 a 1 na noite desta terça-feira, no estádio Antônio Aciolly, em jogo atrasado da 30ª rodada. O resultado não agrada a nenhuma das equipes, que lutam contra o rebaixamento no Brasileirão.

Com o empate, o Atlético Goianiense chegou ao sétimo jogo sem vitória no Brasileirão e alcançou os 41 pontos, um a mais do que o Juventude, 16º colocado. Primeiro na zona de rebaixamento, o Bahia tem 37.

Curiosamente, este é apenas o segundo confronto entre as equipes na Série A e, assim como aconteceu no primeiro turno, acabou em 1 a 1.

O primeiro tempo foi franco. Querendo acabar com a má fase, o Atlético conseguiu finalizar sete vezes durante os 45 minutos iniciais, mas pecou na pontaria e não conseguiu inaugurar o marcador. Janderson e André Luís foram os atletas que mais criaram para o time goiano. Quando a bola não foi para fora, Douglas segurou.

A intensidade foi grande por parte do time mandante, mas o Juventude também teve os seus momentos. O clube gaúcho não deixou ser dominado e respondeu, principalmente nos chutes de longa distância. No entanto, nenhuma das equipes produziu o suficiente para tirar o zero do placar no primeiro tempo.

A segunda etapa foi diferente. Marcelo Cabo resolveu mexer na equipe e colocou Zé Roberto. O atacante estava em noite iluminada. Logo depois que entrou em campo, aos 16 minutos, aproveitou um erro na finalização e Janderson e chutou firme para superar o goleiro Douglas e fazer 1 a 0, bem no melhor momento da equipe gaúcha na partida.

Após o gol, o Atlético recuou e começou a marcar atrás da linha do meio de campo. O jogo acabou ficando morno, já que o Juventude não dava indícios de que iria impor dificuldade ao adversário. Ao mesmo tempo, o time goiano abdicou de atacar e ficou assistindo.

Tudo indicava que o jogo terminaria com vitória para o Atlético-GO, mas apareceu uma jogada individual de Chico. O meia deu assistência primorosa para Ricardo Bueno, que deu um leve toque por cima de Luan Polli e definiu a igualdade.

O Atlético-GO volta a campo diante do Bahia na segunda-feira, às 19h, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO). No dia seguinte, o Juventude recebe o Red Bull Bragantino, no Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS). Ambos os jogos são válidos pela 35ª rodada.

FICHA TÉCNICA

ATLÉTICO-GO 1 X 1 JUVENTUDE

ATLÉTICO-GO - Fernando Miguel (Luan Polli); Dudu (Igor Cariús), Éder, Pedro Henrique e Arthur Henrique (Arnaldo); William Maranhão, Marlon Freitas e João Paulo; André Luis (Ronald), Montenegro (Zé Roberto) e Janderson. Técnico: Marcelo Cabo.

JUVENTUDE - Douglas Friedrich; Michel, Vitor Mendes, Rafael Forster e William Matheus (Chico); Jadson (Bruninho), Dawhan (Rafael Bilu), Wescley (Capixaba) e Guilherme Castilho; Sorriso e Ricardo Bueno (Roberson). Técnico: Jair Ventura

GOLS - Zé Roberto, aos 16, e Ricardo Bueno, aos 43 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Flavio Rodrigues de Souza (SP)

CARTÕES AMARELOS - Willian Maranhão (Atlético-GO); Sorriso (Juventude)

RENDA E PÚBLICO - Não divulgados.

LOCAL - Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (GO).

Escrito por:

Estadão Conteúdo