Publicado 23 de Novembro de 2021 - 7h54

Por Redação O Estado de S. Paulo

Pelo menos 45 pessoas, incluindo 12 crianças, morreram nesta terça-feira, 23, após um ônibus - que transportava principalmente turistas - pegar fogo na Bulgária. De acordo com autoridades locais, o veículo aparentemente bateu em uma barreira lateral na rodovia.

Sete pessoas que saltaram do ônibus em chamas foram levadas às pressas para o hospital em Sófia, capital do País, e estavam estáveis. Autoridades não informaram a identidade das vítimas.

O ministro do Interior, Boyko Rashkov, disse que os corpos estavam "agrupados e transformados em cinzas". "A imagem é apavorante, apavorante. Nunca vi nada parecido antes", confessou.

A causa do acidente não foi esclarecida, mas o ônibus parecia ter atingido uma barreira na rodovia antes ou após pegar fogo,apontaram as autoridades locais.

O primeiro-ministro da Macedônia do Norte, Zoran Zaev, disse que conversou com um dos sobreviventes, que lhe informou que os passageiros estavam dormindo quando foram acordados pelo som de uma explosão. "Estou apavorado. Esta é uma grande tragédia", confessou ele ao canal de televisão privado BTV.

O chefe do serviço de investigação búlgaro, Borislav Sarafov, informou que quatro ônibus de uma agência de viagens da Macedônia do Norte entraram na Bulgária na noite de segunda-feira vindos da Turquia.

Escrito por:

Redação O Estado de S. Paulo