Publicado 22 de Novembro de 2021 - 14h45

Por Célia Froufe

O ministro das Relações Exteriores, Carlos Alberto de Franco França, disse nesta segunda-feira, 22, que dados sobre desmatamento surpreenderam e que o tema segue no foco do governo. Documento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe) apontava uma alta de 22% do desmatamento da Amazônia do ano passado para este ano tem data de 27 de outubro, ou seja, já era conhecido antes do início da COP-26, mas foi guardado para não ser publicado durante o evento para não gerar desconforto.

França tocou no tema logo no início de sua fala inicial durante entrevista coletiva para fazer um balanço da participação do Brasil na COP-26. Ele destacou também o papel central do País nas articulações sobre o mercado de carbono do acordo de Paris e os anúncios feitos em Glasgow sobre metas.

Sobre multilateralismo, França voltou a criticar o fato de os países mais ricos não terem mostrado no evento a mesma ambição para financiamento de países em desenvolvimento que têm para as metas. "Foi o acordo possível no enfrentamento desse desafio comum, que é a mudança global do clima", disse.

Escrito por:

Célia Froufe