Publicado 22 de Novembro de 2021 - 14h30

Por Estadão Conteúdo

Recém-chegado ao Barcelona, Xavi já tem seu primeiro grande desafio com o clube: levá-lo às oitavas de final da Liga dos Campeões. Nesta terça-feira, o time catalão recebe o Benfica no Camp Nou com obrigação de vitória para garantir a classificação. O treinador vê o duelo como uma vingança, após derrota no Estádio da Luz, por 3 a 0.

"Vejo o jogo como uma oportunidade, não sinto pressão acrescida. É uma oportunidade de ouro para passar às oitavas, uma desforra para nós, para dizermos que somos o 'Barça', que jogamos em casa. Gosto deste desafio", disse o treinador.

"O Barça não está num momento de encher o peito, mas de ser otimista e positivo. Temos de demonstrar em campo que somos melhores. Se ganharmos estamos nas oitavas. Temos de ser corajosos, sairmos para o ataque."

Depois de perder seus dois primeiros jogos, o Barcelona se recuperou ao bater duas vezes no Dínamo e agora, com seis pontos, necessita somente de uma vitória simples para não correr mais riscos de ser alcançado pelos portugueses. O triunfo por 3 a 0 em Lisboa, na segunda rodada, foi o único do Benfica nesta fase de grupos.

Com quatro pontos, o time português também necessita da vitória na Espanha. "Estamos nesta situação porque perdemos para o Bayern e o Benfica, justamente quem temos de enfrentar. Agora precisamos superá-los. O Benfica é uma grande equipe, tenho muita admiração e respeito por Jorge Jesus, um grande treinador, que transmite muito caráter e alma."

Além de pregar ataque total pela vaga e falar sobre a Liga dos Campeões, Xavi teve de desmentir interesse do Barcelona em jogadores do Al Sadd, seu ex-clube, após especulações de que teria pedido a chegada do goleador Bounedjah.

"Bounedjah? Ele é um grande jogador, mas não há interesse do Barça, não sei quem lançou (tal negociação). Não vou contratar jogadores do Al Sadd."

Escrito por:

Estadão Conteúdo