Publicado 22 de Novembro de 2021 - 13h15

Por Estadão Conteúdo

O governo do Reino Unido aumentou nesta segunda-feira (15) o nível de ameaça terrorista para "grave", o que significa que um ataque é altamente provável. A decisão ocorreu após a explosão de um táxi do lado de fora de um hospital de Liverpool (Inglaterra) que matou um homem.

Russ Jackson, chefe do Policiamento de Contraterrorismo no noroeste do país, disse que a explosão de domingo no Liverpool Women's Hospital foi causada pela "ignição de um dispositivo explosivo" que foi trazido para dentro do veículo por um passageiro.

O passageiro morreu na explosão e no incêndio que se seguiu e o taxista ficou ferido. A polícia está investigando a motivação do incidente e se mais alguém está envolvido.

A secretária do Interior, Priti Patel, disse a repórteres que o aumento do nível de ameaça ocorreu porque esse foi o segundo incidente terrorista no espaço de um mês. Ela não deu mais detalhes.

Três homens na casa dos 20 anos foram presos em outro lugar na cidade sob a Lei do Terrorismo no domingo, e um quarto foi detido nesta segunda-feira. Todos são considerados "associados" ao passageiro morto, disse a polícia.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, deve presidir uma reunião do comitê de crise do governo nesta segunda em resposta à explosão. Fonte: Associated Press.

Escrito por:

Estadão Conteúdo