Publicado 17 de Novembro de 2021 - 12h02

Por Sofia Aguiar

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva dá início, nesta quinta-feira, 11, a uma agenda internacional de encontros com lideranças políticas em quatro países europeus. Na Alemanha, Bélgica, França e Espanha, o petista terá compromissos e manterá diálogos para mostrar que "outro Brasil é possível. E vamos lembrar o mundo disso", segundo informou em publicação nas redes sociais.

De acordo com a agenda divulgada pelo ex-chefe do Executivo, o início se dá hoje na Alemanha. Na capital, Berlim, Lula deve se reunir com Martin Schulz, ex-líder do Partido Social-Democrata (SPD) da Alemanha e ex-presidente do Parlamento Europeu.

Seguindo viagem, na Bélgica, o petista deve marcar presença em debate no Parlamento Europeu e terá reuniões com os líderes social-democratas. Na França, o ex-presidente vai participar de conferência sobre o Brasil no Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po). No dia 17, Lula receberá o prêmio Coragem Política 2021, concedido pela revista Politique Internationale por sua gestão. Ainda em Paris, planeja se reunir com a prefeita Anne Hidalgo.

Na última parada da viagem, o ex-presidente deve participar de uma conferência na Espanha, além de se reunir com lideranças políticas.

Provável concorrente de Jair Bolsonaro nas eleições de 2022, Lula mantém críticas ao chefe do Executivo em relação à credibilidade internacional do País. Ao destacar o contraste de sua postura à de Bolsonaro, Lula enfatiza a importância de erguer boas relações com outras nações.

No último encontro do G-20, em Roma, a participação de Bolsonaro foi marcada por poucos encontros com outros chefes de Estado. Isolado, o presidente não participou de um passeio de líderes do G-20, do qual foi divulgada uma foto dos representantes de outros países jogando moedas na Fontana de Trevi, tradicional ponto turístico na capital italiana.

Escrito por:

Sofia Aguiar