Publicado 17 de Novembro de 2021 - 7h36

Por Pedro Ramos

A tabela do Brasileirão deixa claro que Flamengo e Corinthians têm objetivos diferentes na competição e estão a dez pontos de diferença, mas os dois times, que se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã, têm algo em comum: ambos técnicos sofrem pressão por um melhor rendimento em campo. Tanto Renato Gaúcho como Sylvinho vêm sofrendo com críticas das torcidas por atuações mais convincentes.

A equipe paulista tem pela frente dois longos jejuns: não derrota o time carioca há nove confrontos (retrospecto é de sete derrotas e um empate) e não vence fora de casa no Campeonato Brasileiro desde o dia 28 de agosto, quando bateu o Grêmio por 2 a 1, em Porto Alegre.

A campanha ruim como visitante atrapalha os planos do time paulista de entrar no G-4 da competição. Para a partida, Sylvinho poderá contar com a volta do lateral esquerdo Fábio Santos, que cumpriu suspensão, na vaga de Piton. O meia Willian, que estava fora tratando de lesão, pode ser a novidade no banco de reservas.

"O time tem várias formações que vamos tendo conhecimento de causa. Eu conheço a construção toda. Dezesseis jogadores são mais utilizados e as possibilidades nos últimos jogos se abrem para todos", avaliou em coletiva após o jogo deste final de semana.

O Corinthians não vence o Flamengo desde a semifinal da Copa do Brasil de 2018 e tem uma missão difícil para encerrar o jejum de vitórias. Com o melhor ataque do Brasileirão, com 61 gols, o time rubro-negro ainda está em busca do líder Atlético-MG pelo título brasileiro, mas tem os olhos voltados para a final da Libertadores, contra o Palmeiras, no dia 27 de novembro. A equipe carioca vem de goleada sobre o São Paulo, no Morumbi, por 4 a 0, e aposta na grande fase de Michael, atual artilheiro do Brasileirão, com 13 gols.

Apesar da vitória fácil sobre o Tricolor paulista, o Flamengo tem acumulado tropeços e atuações inconsistentes. No fim de outubro, o técnico Renato Gaúcho chegou a entregar o cargo depois da eliminação para o Athletico na Copa do Brasil em um Maracanã lotado que vaiava o treinador e cantava o nome do português Jorge Jesus.

"O mais importante de tudo é seguir o nosso planejamento. Nós tivemos um tempo maior para recuperar alguns jogadores, para que pudessem treinar um pouco mais. Hoje, o Flamengo tem sido diferente", disse o técnico após a goleada sobre o São Paulo.

Sylvinho e Renato Gaúcho sabem que uma vitória no confronto que reúne os clubes com as maiores torcidas do Brasil pode significar a redução da pressão por melhores atuações de seus times.

FLAMENGO X CORINTHIANS

FLAMENGO - Hugo; Matheuzinho, David Luiz, Gustavo Henrique e Renê; Arão, Andreas Pereira, Everton Ribeiro, Michael; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Renato Gaúcho.

CORINTHIANS - Cássio; Fagner, João Victor, Gil e Fábio Santos (Lucas Piton); Gabriel, Giuliano, Gabriel Pereira, Renato Augusto e Róger Guedes; Jô. Técnico: Sylvinho. .

ÁRBITRO - Anderson Daronco (RS).

HORÁRIO - 21h30.

LOCAL - Maracanã.

Escrito por:

Pedro Ramos