Publicado 16 de Novembro de 2021 - 11h16

Por Levy Teles

Pré-candidatos do PSDB à Presidência em 2022, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e ex-senador Arthur Virgílio (AM) afirmaram em nota conjunta nesta segunda-feira, 15, que receberam uma proposta de representante do governador do Rio Grande Sul, Eduardo Leite, rival na disputa, para adiar a votação, agendada para o próximo domingo, 21.

Em nota, as campanhas de Doria e Virgílio consideraram a proposta "imoral e inaceitável". Para eles, "adiar as prévias é casuísmo eleitoral". "Os candidatos Arthur Virgílio e João Doria entendem que a democracia não pode ser adiada. As prévias do PSDB devem, portanto, ocorrer dia 21 de novembro, conforme programado e amplamente divulgado em todo o País. Eleições não se adiam. Eleições se realizam", diz o texto.

Procurado pelo Estadão, Eduardo Leite disse, por meio da assessoria, que "se alguém falou, foi sem a concordância dele". No Twitter, Leite negou que tenha feito tal proposta. "Não procede a informação de que nossa campanha tenha proposta adiar as prévias do PSDB. Não faz sentido postergarmos a decisão em um processo no qual trabalhamos com absoluta confiança vitória", disse.

Escrito por:

Levy Teles