Publicado 14 de Novembro de 2021 - 19h35

Por Estadão Conteúdo

O meia Michael foi o grande nome na goleada do Flamengo por 4 a 0 sobre o São Paulo, em pleno Morumbi, na tarde deste domingo, pela 32ª rodada do Brasileirão. Ele deu assistência para o gol de Bruno Henrique e ainda marcou dois, isolando-se na liderança da artilharia com 13 gols.

"Estou muito feliz pela vitória e pelos gols. Nem em meus melhores sonhos pensei que poderia chegar aos 100 jogos e estar com 13 gols no Brasileiro. Então, só tenho a agradecer ao clube, ao torcedor, a minha família, que sempre me apoiou nos momentos difíceis que tive", agradeceu o baixinho que anda infernizando as defesas adversárias.

Mas ele quer muito mais, pelo menos é o que parece por sua disposição. "É trabalhar, se dedicar, não abaixar a cabeça, pois o jogo muda. A carreira da gente é uma montanha-russa, você vai estar em cima, vai estar em baixo e não sou melhor nem pior do que ninguém por isso. Apenas dou meu melhor da maneira que consigo", disse Michael que, além dos 13 gols, completou 100 jogos com a camisa rubro-negra.

Michael deixou para trás Gilberto (Bahia) e Hulk (Atlético Mineiro), ambos com 12 gols. Na temporada, Michael acumula 18 gols, sendo 15 sob o comando de Renato Gaúcho. "Não me preocupo com títulos individuais, eu gosto de títulos coletivos. Estou feliz pela marca e dedico a minha família, ao clube que me abraçou e aos jogadores. Quero descansar e conquistar ainda mais", completou Michael.

A vitória maiúscula contra o ex-técnico Rogério Ceni deixou o Flamengo na luta contra o título, com 60 pontos, a oito do líder Atlético-MG. Na 33ª rodada, na quarta-feira, às 21h30, o Flamengo recebe o Corinthians, no Maracanã, no Rio.

Escrito por:

Estadão Conteúdo