Publicado 13 de Novembro de 2021 - 21h34

Por Estadão Conteúdo

O técnico Fábio Carille reconheceu que o Santos não jogou bem, mas não escondeu a satisfação com o ponto somado diante do Atlético-GO neste sábado, com empate por 0 a 0, no estádio Antônio Accioly, que estava com gramado encharcado. O treinador santista ressaltou também o curto tempo de preparação para a partida.

"Comemoro muito este ponto, uma partida que a gente não jogou bem, temos que estar cientes disso. É muito difícil, a gente programa, trabalha bola parada, trabalha muitos detalhes e só tivemos um dia, porque jogamos quarta e quinta-feira foi recuperação. Na sexta, o treinamento ainda foi curto, para que os jogadores chegassem com o máximo de energia", disse Carille após o jogo.

O primeiro tempo teve pouquíssimas chances, muito pela qualidade do gramado, já que ainda estava chovendo. Na etapa final, o domínio do Atlético-GO foi maior. Os mandantes chegaram a finalizar nove vezes, enquanto o Santos tentou seis chutes na partida, mas nenhum no gol.

"Tudo passa pela construção, a gente não conseguiu trocar passes. Antes de falar em finalização, temos que falar que a gente não construiu no jogo. Fomos dominados, por isso eu comemoro demais esse ponto. Não temos que esquecer esse jogo, mas ver o que foi errado para que a gente possa ter qualidade contra a Chapecoense na quarta", continuou Carille.

Na 11ª colocação, o Santos possui 39 pontos, seis a mais que o Juventude, primeiro time na zona de rebaixamento, mas a vantagem pode cair para três pontos no complemento da rodada. O time de Fábio Carille volta a campo na próxima quarta-feira, quando recebe a lanterna Chapecoense na Vila Belmiro, pela 33ª rodada.

Escrito por:

Estadão Conteúdo