Publicado 13 de Outubro de 2021 - 22h07

Por Estadão Conteúdo

Mesmo começando no banco de reservas, Nacho Fernández foi o herói da virada do Atlético-MG sobre o Santos, nesta quarta-feira à noite, no Mineirão. O meia argentino entrou no segundo tempo, marcou dois gols e deu uma assistência na vitória por 3 a 1 pela 26ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Após a partida, o meia argentino minimizou a escolha do técnico Cuca em deixá-lo como opção no banco de reservas e valorizou sua atuação para que os mineiros saíssem de campo com mais três pontos importantes na briga pelo título nacional.

"Uma partida difícil, especial. Fui colocado no banco, mas por sorte no segundo tempo pude entrar. O mais importante é que ganhamos. Mérito da equipe, que não perdeu a paciência quando estava atrás do placar, e pudemos dar a volta por cima", disse Nacho na saída do gramado.

O meia argentino também falou sobre a comemoração em que mostrou e beijou a sua caneleira com o rosto de sua avó, Sara, para as câmeras. "Perdi minha avó há seis meses e hoje quis dedicar essa minha apresentação a ela, minha vó Sara", concluiu o jogador.

Nacho Fernández mostrou o porque custou aproximadamente R$ 58 milhões aos cofres do Atlético-MG no início do ano - foi contratado junto ao River Plate (ARG). O meia argentino é diferenciado e ponto forte no time que ainda busca o título Brasileiro e da Copa do Brasil.

Com a vitória sobre o Santos, o Atlético-MG seguiu na liderança isolada, agora com 56 pontos. São 11 pontos na frente do Flamengo, que tem dois jogos a menos (23 a 25).

Escrito por:

Estadão Conteúdo