Publicado 12 de Outubro de 2021 - 19h02

Por Estadão Conteúdo

O argentino Diego Simeone, técnico do Atlético de Madrid, revelou, em entrevista publicada nesta terça-feira, que quando o compatriota Lionel Messi deixou o Barcelona, em agosto, perguntou ao uruguaio Luis Suárez se o ex-companheiro gostaria de se transferir para o clube de Madri.

"Quando aconteceu o que aconteceu em Barcelona, com todo respeito, ao Leo, não o liguei. Telefonei para Luis para perguntar: 'Ouça, como você está? Está pensando nisso? Há alguma mínima possibilidade? Estamos imaginando que podia vir para o Atlético de Madrid'", revelou o comandante ao jornal argentino Olé.

Diego Simeone, no entanto, admitiu que o sonho de contar o camisa 10 mais badalado do futebol mundial apenas "durou três horas", já que o Paris Saint-Germain, onde usa agora o número 30, acabou concluindo a operação para contar com Lionel Messi.

O treinador admitiu que sente certa frustração de saber que nunca dividirá vestiário com o compatriota, um dos maiores jogadores de todos os tempos. "Mas, a verdade é que não aconteceram as situações, porque,

obviamente, ele esteve sempre no Barcelona, nós sempre estivemos no Atlético. Na seleção argentina, quando ele esteve lá, eu não estive", afirmou.

Escrito por:

Estadão Conteúdo