Publicado 12 de Outubro de 2021 - 9h02

Por Estadão Conteúdo

Após 34 anos, uma corte militar começou a julgar os 14 homens acusados pelo assassinato, em 1987, do então presidente e influente líder de esquerda Thomas Sankara, num julgamento aguardado que tenta descobrir quem está por trás da morte de Sankara e outras 12 pessoas por um esquadrão. Entre os acusados está o também ex-presidente Blaise Compaore, amigo de Sankara, mas que deu um golpe e o retirou do poder em 1987. O ex-presidente é julgado à revelia na Costa do Marfim, onde vive exilado desde 2014.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Escrito por:

Estadão Conteúdo