Publicado 10 de Outubro de 2021 - 20h36

Por Estadão Conteúdo

Felipão não vai largar o osso no Grêmio. O treinador lamentou o novo revés no Campeonato Brasileiro, mas exaltou o trabalho que vem desenvolvendo no clube. Neste domingo, o time gaúcho não fez um grande jogo frente ao Santos, mas perdeu ao levar o gol aos 48 minutos do segundo tempo, em duelo direto contra o rebaixamento.

"Gente, é mais difícil uma situação diferente do que a gente imaginava, do que nós jogadores e treinador. Mas se não continuarmos trabalhando e pensando positivamente, não vamos sair disso. Não adianta. Temos que acreditar no nosso trabalho, na equipe. Eu só posso dizer que eu vou fazer com ainda muita dedicação total para mudar essa situação. Vou fazer junto com a minha comissão. O trabalho que estamos fazendo é bom, mas não está refletindo em campo por uma ou outra razão. E vamos buscar alternativas para colocar isso mais rapidamente em ordem para ganhar um jogo", falou o treinador.

Felipão ainda fez uma breve análise do que ocorreu na partida e optou por enaltecer o desempenho do Santos no segundo tempo. "São alguns detalhes que estamos pagando muito caro por isso. Animicamente a gente vai se abatendo um pouco mais, é normal. Mas temos que continuar trabalhando. Lembrar que temos uma situação muito difícil no Grêmio, mas que não vamos nos entregar, deixar de fazer aquilo que sempre fizemos com dedicação, alegria, disciplina, busca de um resultado. Nós buscamos o resultado hoje. Por alguma razão tivemos uma ou outra oportunidade. O Santos no segundo tempo fez o que tinha que fazer, não teve uma defesa de bola chutada, mas tomamos o gol. É uma coisa que vem acontecendo e só trabalhando que vamos conseguir mudar", completou.

A situação delicada na tabela de classificação tem se refletido dentro de campo. Os jogadores demonstraram muito nervosismo. O lateral-direito Rafinha, um dos mais experientes do elenco, foi expulso após o apito final. Já o goleiro Brenno, um dos mais novos, saiu de campo chorando copiosamente. Felipão, além de reverter a situação do time no Brasileirão, terá que recuperar o emocional do seu elenco.

Há quatro jogos sem vencer, o Grêmio está na 19.ª e penúltima posição do Brasileirão, com 23 pontos. O Santos é o primeiro time fora da zona de rebaixamento, com 28.

Escrito por:

Estadão Conteúdo