Publicado 10 de Outubro de 2021 - 20h02

Por Estadão Conteúdo

A Venezuela quebrou uma série de quatro derrotas consecutivas nas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 ao derrotar o Equador por 2 a 1, neste domingo, no estádio Metropolitano de La UCV, em Caracas, pela quinta rodada, adiada por conta da pandemia causada pela covid-19. Em campo, o time mandante foi superior durante os 90 minutos, saiu atrás do placar, mas conseguiu a virada em um jogo totalmente aberto.

Apesar da vitória, a Venezuela continua na lanterna com sete pontos, mas podendo começar a sonhar em brigar por uma vaga na repescagem. O Equador, por sua vez, perdeu a oportunidade de se aproximar dos líderes e ficou com 16, ainda dentro do G-4.

Após fazer um jogo de igual para igual com a seleção brasileira, na última quinta-feira, a Venezuela resolveu dar uma dor de cabeça ao Equador. O time mandante teve a posse de bola e criou as principais oportunidades do primeiro tempo. No entanto, foi a equipe visitante quem abriu o marcador. José Martínez derrubou Plata dentro da área: pênalti. Valencia foi para a cobrança e fez 1 a 0.

Mas a Venezuela não se entregou, subiu a sua marcação e chegou ao gol do empate aos 45 minutos. Hernández acionou Bello pela direita. O meia cruzou rasteiro e achou Marchís, que só teve o trabalho de empurrar para o gol. O jogo ganhou em emoção nos minutos finais e o Equador por muito pouco não terminou em vantagem. Caicedo recebeu de Félix Torres e chegou a marcar, mas o impedimento foi marcado e o lance acabou anulado.

O segundo tempo começou com a Venezuela pressionando o Equador. O time mandante fez o gol da virada aos 18 minutos. Bello cobrou falta e contou com uma falha do goleiro Ramírez para fazer 2 a 1. O Equador teve a chance de empatar com Mena. Ele saiu na frente de Fariñez, mas viu o goleiro crescer e salvar com uma bela defesa.

E a partida foi franca até o fim, com ambas as equipes buscando o ataque. A Venezuela, apesar de estar em vantagem, não se fechou e ainda mandou uma no travessão com Eric Ramírez. Do outro lado, Arboleda também carimbou o "poste" com uma bela cabeçada.

Nos minutos finais, a Venezuela recuou a marcação e começou a administrar a vantagem. O Equador encontrou dificuldade em passar pelo bloqueio adversário e não conseguiu evitar a derrota deste domingo.

Na próxima rodada, a 12.ª, o Equador enfrenta fora de casa a Colômbia nesta quinta-feira, às 18 horas (de Brasília), no estádio Metropolitano Roberto Menéndez, em Barranquilla. No mesmo dia, às 21 horas, a Venezuela visita o Chile no estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago.

Escrito por:

Estadão Conteúdo