Publicado 10 de Outubro de 2021 - 6h35

Por Estadão Conteúdo

Após perder uma invencibilidade de 10 jogos, o técnico Sylvinho destacou que o Corinthians vive uma etapa de construção e colocou jovens jogadores como um dos pilares deste momento. Apesar de reconhecer que todos jogadores tiveram um desempenho abaixo na derrota por 1 a 0 para o Sport, o técnico valorizou os menos experientes que estão ganhando espaço na equipe.

"Alguns mais jovens estão ganhando seus espaços. Esperam e, aos poucos, vão maturando. Nós vamos de passo a passo, construindo uma etapa de um clube enorme. Lá atrás, jovens jogadores, com os quais me fascina trabalhar, tiveram seus períodos de seis ou sete jogos como titular, outros foram entrando. Esse é um dos pilares de construção do time. Já citei em outras entrevistas, mas temos Roni, Vitinho, João Victor, que é titular, GP (Gabriel Pereira), Adson, entre outros", afirmou Sylvinho.

Adson, um dos jovens citados pelo treinador, está sendo reintegrado aos poucos ao time, após se recuperar de uma lesão. O meio-campista entrou no lugar de Jô, aos 24 minutos do segundo tempo no confronto diante do Sport, para tentar dar mais velocidade ao time paulista, que teve dificuldade para criar chances de gols na partida.

Com o desfalque de Willian, havia a expectativa de que Adson pudesse ser até titular no jogo do último sábado. O atleta de 20 anos voltou a atuar contra o Red Bull Bragantino, entrando a 15 minutos do fim. Na vitória contra o Bahia, o meia jogou por oito minutos.

Adson se machucou no jogo contra o Athletico-PR, dia 22 de agosto, em uma entrada forte do zagueiro Thiago Heleno, que acabou expulso na ocasião. O jovem jogador sofreu um trauma no joelho esquerdo e uma pequena lesão no ligamento. Apesar da não necessidade de cirurgia, a recuperação do meia levou mais tempo do que o esperado.

Com a queda da série invicta de 10 partidas, o Corinthians ocupa a sexta colocação no Campeonato Brasileiro, com 37 pontos. O clube voltará a campo para enfrentar o Fluminense, na Neo Química Arena, em São Paulo, na próxima quarta-feira, às 21h.

Escrito por:

Estadão Conteúdo