Publicado 10 de Outubro de 2021 - 0h10

Por Estadão Conteúdo

Raphael Veiga, autor do segundo gol do Palmeiras na derrota por 4 a 2 para o Red Bull Bragantino, reconheceu o mau momento do elenco, mas afirmou que os jogadores não podem deixar que o ambiente externo influencie. O jogo no Allianz Parque marcou o reencontro do Palmeiras com a torcida também foi a terceira derrota nos últimos quatro jogos pelo Campeonato Brasileiro, o que rendeu vaias e reclamações de alguns dos torcedores que estiveram no estádio.

"A torcida tem total liberdade para criticar, desde que seja com respeito. A gente sabe que não estamos no nosso máximo. Quando a gente mostra a nota 10, vamos ser cobrados pelo 10. Só trabalhando e nos dedicando para sair de uma situação assim. Temos um jogo muito importante daqui a alguns dias e não podemos deixar que o externo influencie. Jogamos de dentro para fora e a gente dentro de campo tem que resolver", disse Veiga.

Ao todo, 8.884 torcedores pagantes viram o Palmeiras chegar a ficar atrás no placar por três gols de diferença ainda no primeiro tempo. Raphael Veiga, que marcou um dos gols quando o time buscava uma reação, não classificou a derrota como falta de atenção, mas lamentou alguns erros defensivos e ofensivos do time.

"É difícil falar se é falta de atenção ou não. São lances pontuais, todo mundo quando entra é para fazer o máximo. Ninguém entra querendo falhar, mas realmente tem coisas que a gente não pode cometer, que estão acarretando em gols adversários. Também temos que ser mais decisivos lá na frente", afirmou o meia.

Com três derrotas e um empate nos últimos quatro jogos, o Palmeiras vê o Atlético-MG se distanciar na liderança e as chances de título diminuírem. Com 39 pontos, o time paulista está a 14 de distância para o líder.

Veiga também cobrou maior entrega do time para reverter a situação. "Quando falo que não estamos no máximo, é uma questão de momento. Nós já fizemos muitos bons jogos e somos cobrados por isso. Não é nada intencional, pelo contrário. A gente tem que trabalhar, se concentrar mais. Quem tá dando 100%, tem que dar 120. Só assim a gente vai sair dessa situação", finalizou.

O Palmeiras volta a campo na próxima terça-feira, para enfrentar o Bahia na Arena Fonte Nova, às 21h30. O confronto será válido pela 26ª rodada do Brasileirão.

Escrito por:

Estadão Conteúdo