Publicado 09 de Outubro de 2021 - 21h00

Por Estadão Conteúdo

O técnico Sylvinho atribuiu a derrota do Corinthians para o Sport, por 1 a 0, neste sábado, à lentidão da sua equipe e à forte marcação do rival. Para o treinador, o time paulista não soube superar estes obstáculos, que custaram o fim da série invicta de 10 jogos na temporada.

"Parte da resposta, e isso não é uma desculpa, é por conta do time não ter tido uma boa performance. A lentidão não foi por conta da viagem ou do calor, o clima estava ameno para aquilo que conhecemos do Nordeste, do Recife", comentou Sylvinho, antes de destacar que o adversário pernambucano detém a terceira melhor defesa do Brasileirão .

"O campo não estava molhado e o adversário tem a terceira melhor defesa, se defende com dez atletas atrás da linha da bola, te tira o espaço e você tem que construir muito. O time ficou lento, o adversário dificultou as ações e tirou a nossa velocidade de jogo. Realmente, fomos lentos em decorrência dessa situação", analisou.

Ele também lamentou a perda da invencibilidade que existia desde 1º de agosto, após derrota para o Flamengo. Após este tropeço, o time paulista ascendeu na tabela e até passou a sonhar com a vaga na Copa Libertadores, depois de flertar com as últimas posições.

"Dez partidas de invencibilidade, foi muito bom participar dessa construção, subindo pontos e colocando onde o Corinthians merece. Sair com resultado negativo é ruim, e a performance não foi boa. Ocorreu essa lentidão que o campo e o adversário também colocaram. Tínhamos alertado aos jogadores que o Sport era a terceira melhor defesa, se defendem com dez homens atrás da linha da bola", reforçou.

O treinador ainda se defendeu da sua própria demora em fazer mudanças na equipe. Após um primeiro tempo muito fraco, Sylvinho só fez a primeira alteração aos 22 minutos do segundo tempo. "As substituições não são regras. Pode substituir com 45, com 22, com 30 minutos. Tem que substituir quando o time precisa", afirmou. "Muitas vezes o time não joga bem o primeiro tempo, mas volta com cinco minutos e se encontra. Muitas vezes volta de outra forma. O meio tempo existe para correções e muitas são de vestiário, e aí você faz ali com 10 minutos, 12."

Escrito por:

Estadão Conteúdo