Publicado 09 de Outubro de 2021 - 16h12

Por Estadão Conteúdo

Ágatha e Duda tiveram mais uma partida decidida no tie-break no World Tour Finals, torneio que reúne as melhores duplas da temporada do Circuito Mundial, mas não tiveram sucesso neste sábado. Líderes do ranking mundial, as brasileiras foram superadas nas quartas de final pelas alemãs Borger e Sude por 2 sets a 1 - com parciais de 21/16, 24/26 e 15/11 - e ficaram na quinta colocação em Cagliari, na Itália.

A dupla brasileira havia vencido seus últimos três jogos da fase de grupos para avançar às quartas de final com a segunda colocação do Grupo B, depois de ser superada na estreia da competição pelas canadenses Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes.

Na história do World Tour Finals, o Brasil tem 12 medalhas. Na primeira edição, em 2015, em Fort Lauderdale (Estados Unidos), foram quatro medalhas: ouro com Alison/Bruno Schmidt e Larissa/Talita e bronze para Pedro Solberg/Evandro e Ágatha/Bárbara Seixas.

Toronto, no Canadá, recebeu a competição em 2016 com ouro para Alison/Bruno Schmidt e prata para Pedro Solberg/Evandro. Em 2017, o evento aconteceu em Hamburgo, na Alemanha, e Evandro/André ficou com a prata no masculino, mesmo resultado de Ágatha/Duda no feminino, que ainda teve o terceiro lugar de Larissa/Talita.

A cidade alemã recebeu novamente o Finals em 2018, que contou com o título de Ágatha/Duda. A edição mais recente foi em 2019, em Roma, na Itália, e o Brasil subiu ao pódio feminino com Ágatha/Duda em segundo lugar e Ana Patrícia/Rebecca em terceiro.

Escrito por:

Estadão Conteúdo