Publicado 09 de Outubro de 2021 - 8h51

Por Wilson Baldini Jr.

O britânico Tyson Fury e o americano Deontay Wilder acusaram o maior peso de suas carreiras, na noite de sexta-feira, para o duelo deste sábado na T-Mobile Arena, em Las Vegas, nos Estados Unidos, quando estará em jogo o cinturão dos pesos pesados do Conselho Mundial de Boxe (CMB).

Com a intenção de esconder o físico forma de forma, o pugilista britânico foi de chapéu, camiseta e calça para a balança e apontou exagerados 125,6 quilos. O americano, ao contrário, está seco, mas muito forte: 107,9 quilos.

Isso prova o que se viu durante a preparação para a luta. Deontay Wilder treinou bastante, enquanto que Tyson Fury, que teve covid-19 e por isso o combate chegou a ser adiado, não teve a preparação adequada. As apostas que davam o britânico como favorito devem sofrer alterações até o início do combate.

O duelo Tyson Fury x Deontay Wilder não é a única atração deste sábado na T-Mobile Arena. Outras sete lutas estão previstas como preliminares. Trata-se da melhor "noitada" do ano.

Quatro combates também serão pela principal categoria do boxe: Robert Helenius x Adam Kownacki, Efe Ajagba x Frank Sanchez, Jared Anderson x Vladimir Tereshkin e Viktor Vykhryst x Mike Marshall.

Os pesos penas Robeisy Ramirez e Orlando Gonzalez Ruiz prometem uma luta equilibrada, enquanto que o supermédio Edgar Berlanga é favorito diante de Marcelo Estaban Coceres pelo cinturão nacional da Organização Mundial de Boxe (OMB). Já os médios-ligeiros Julian Williams e Vladimir Hernandez buscam retomar suas carreiras.

Escrito por:

Wilson Baldini Jr.